Após acolher gatinhos, beagle começa produzir leite para amamentá-los

Quando a dona adotou os filhotes de gato ela não imaginou a profundidade do vínculo que eles criariam com a beagle, mas teve uma grata surpresa.

A natureza é maravilhosa e é capaz de adaptar as mais variadas situações para beneficiar a vida, seja de qual espécie for. Por isso, é tão natural para os animais amarem e acolherem uns aos outros, e foi o que a beagle Daisy soube fazer de uma maneira admirável.

A cadela de apenas um ano, vive em Kent, Inglaterra com a proprietária Jane Whitton, e era o único animal de estimação em casa, mas as coisas mudaram quando a sua dona adotou dois filhotes de gatos.

Foto:Simon Jacobs / Caters News
Foto:Simon Jacobs / Caters News

Embora Daisy seja uma cadela dócil e tranquila, Jane não sabia qual seria a sua reação com a chegada dos dois gatinhos ainda muito frágeis, mas como já sabemos, os animais são cheios de bondade e a primogênita foi muito receptiva com os filhotes.

Jane se surpreendeu ainda, com o comportamento maternal desenvolvido por Daisy, que além de tratá-los como seus próprios filhotes, passou a produzir leite para amamentá-los.

Foto:Simon Jacobs / Caters News
Foto:Simon Jacobs / Caters News

A dona até torcia que seus animais se dessem bem, mas não imaginou a intensidade que seria e o quão rápido ocorreria a construção desse vínculo.

“Eles dormem com ela e ela os cheira para se certificar de que estão bem. Recentemente, ela começou a produzir seu próprio leite e a amamentá-los, o que é extraordinário”, disse Jane que passou a chamar Daisy de “protetora” e “mãe de aluguel”, por motivos bem específicos, não é?

Foto:Simon Jacobs / Caters News
Foto:Simon Jacobs / Caters News

Que vínculo incrível que eles construíram! Tenho certeza que esses gatinhos estão se sentindo completos com sua nova ‘mamãe’.

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários