Temendo pela segurança dos seus filhotes recém-nascidos, cadela recusa comida até se certificar que eles não corriam risco

O gesto dessa mãe em priorizar os seus filhos, comoveu os socorristas.

Independente da espécie, uma mãe está sempre disposta a fazer de tudo para proteger os seus filhos, e com essa cadelinha, não foi diferente. A sua ninhada foi encontrada por um grupo de crianças que brincavam em um canteiro de obras, em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos, enquanto ela havia saído à procura de alimento.

Como as crianças não haviam a encontrado, eles pegaram os filhotes recém-nascidos, os levaram para casa e os alimentaram com mamadeira. Ao perceberem que eles inspiravam maiores cuidados, as crianças acionaram o grupo de resgate de animais Hope For Paws, que prontamente compareceu ao local para buscá-los.

A equipe sabia, no entanto, que a sua mãe não estava longe e voltou ao local para procurá-la e, como esperado, a encontraram. A mãezinha estava muito agitada por não ter encontrado os seus filhotes, então os socorristas colocaram eles em um cesto quentinho e os aproximou dela para que ela se acalmasse.

Apesar de revê-los, ela se sentiu bastante desconfiada do grupo e, na tentativa de afastá-lo dos seus filhotes, ela passou a rosnar. Mesmo com fome, a canina negou a comida que eles haviam oferecido.

Foi necessário algum tempo até que a equipe ganhasse a sua confiança e demonstrasse que eles estavam ali apenas para ajudar. Ao entender a boa intenção do grupo, a mãezinha finalmente cedeu, comeu e aceitou ser resgatada.

Como a família canina havia sido encontrada em um pomar de citros, eles decidiram dar aos filhotes nomes bastante marcantes para lembrar o local em que eles nasceram.

Os filhotes agora se chamam Valência, Bergamota, Ponderosa, Satsuma, Mandarim e Clementina, a mãe se chama Navalina.

Após uma visita ao veterinário, foi constatado que os esforços da mãe não foram em vão e todos os filhotes estavam bem, saudáveis e seguros. Em breve todos estarão aptos para adoção e torcemos que esses lares sejam tão protetores quanto essa mãezinha foi para seus bebês!

Veja o vídeo do resgate:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com