Cão cego sempre corre quando ouve a voz de seu tutor: 'Amor incondicional e puro'

em Notícias

O cãozinho Arafa nasceu cego, mas isso não o impede de brincar e viver com qualidade ao lado de seu dono, o egípcio Ahmed Embaby.

Ahmed é voluntário da ONG Furever Rescue Foster, um abrigo para cães abandonados do Cairo, no Egito.

Foi nesse papel que ele conheceu Arafa, então um cachorro resgatado das ruas que vivia em uma situação deplorável, agravada por sua deficiência visual.

"Ele veio até nós às cegas", disse o egípcio ao portal The Dodo. "Arafa é um das centenas de cães que resgatamos ao longo dos últimos meses."

Uma vez no abrigo, voluntário e cachorro fizeram amizade e não demorou muito para ele adotá-lo, levando-o para sua casa.

"Arafa é meu guardião cego, me segue o dia inteiro", disse Ahmed.

Quando o rapaz chega de manhã do trabalho, chama pelo nome de Arafa - e sem falta, ele vem correndo para cumprimentá-lo:

A voz de seu melhor amigo é a luz-guia do cachorrinho.

"É emocionante", disse Ahmed. "Nunca deixa de me surpreender a euforia que Arafa exibe quando eu apareço. Apenas mostra que o amor de um cachorro é incondicional e extraordinariamente puro."

A saúde de Arafa melhorou e o seu semblante mudou, infelizmente a sua visão não poderá ser restaurada, mas isso não o impede de ser feliz, graças à dedicação de Ahmed e de outros trabalhadores do abrigo.

"Ele está indo muito bem", disse Ahmed. "Não posso nem começar a descrever a alegria que sinto quando vemos nossos cães melhorando. A gratidão incondicional e o amor dos cães são inspiradores, sua capacidade de continuar na vida está além da crença."

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.