Rinoceronte resgatado faz amizade com cachorro e ovelha de santuário animal; vídeo

em Notícias

Há pelo menos 30 anos, a ONG Hoedspruit Endangered Species Center (HESC) atua na conservação e reabilitação de animais silvestres.

Embora a entidade sul-africana tenha sido originalmente idealizada para a reabilitação específica da chitas, ao longo dos anos uma variedade de animais foi levada ao seu santuário para serem auxiliados.

“O principal objetivo do HESC é a conservação de espécies animais raras, vulneráveis ​​e ameaçadas de extinção. Estamos ativamente envolvidos na pesquisa e criação de espécies de animais em extinção, na liberação de guepardos criados em cativeiro na natureza e no tratamento e reabilitação da vida selvagem (incluindo vítimas de caça furtiva de rinocerontes)”, afirma a entidade em seu site oficial.

Prova da diversidade do abrigo são a grande variedade de animais acolhidos, desde cães, rinocerontes até ovelhas.

Esme, o rinoceronte, tinha apenas alguns meses quando foi trazido para o centro, em outubro de 2017, após qualquer virar vítima da caça ilegal. Ela foi encontrada magra, machucada e extremamente desnutrida.

Levada até o santuário, ela fez amizade com David, um cão da raça Pastor-da-anatólia, e rapidamente eles formaram um grande vínculo fraterno.

A amizade entre eles não se abalou mesmo quando Esme pisou na pata de David sem querer alguns anos atrás. Nesse meio-tempo, outro animal chegou ao santuário: Mielie, uma ovelha Pedi típica da África do Sul, que foi resgatada após ter sido abandonada por sua família biológica.

Essas ovelhas têm um forte instinto maternal e são muito protetoras com os animais com os quais crescem e são amigos, inclusive de diferentes espécies.

Em questão de semanas, a ovelha, o rinoceronte, o cão estavam andando juntos pelo santuário.

A organização até postou um vídeo do improvável trio passeando juntos, que rapidamente viralizou no YouTube. Confira:

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.