Cadela beagle é furtada em hotel canino no MS - seu dono, um menino de 4 anos, lamenta

em Notícias

Na última quarta (19), uma cachorrinha que pertencia a um menino de apenas 4 anos foi furtada em um hotel para animais na Vila Taquarussu, em Campo Grande (MS).

A família do menino precisou viajar e deixou a cachorra, da raça beagle, na hospedagem. Ela é avaliada em R$ 1 mil.

De acordo com o professor universitário Antonio Carlos Santana de Souza, pai da criança, a cachorrinha é dócil, "de uma das raças mais indicadas para crianças. O nome dela é Chaverah, que em hebraico significa Amiga".

Chaverah estava na hospedagem canina há pouco mais de duas semanas quando o crime ocorreu. A dona do local, uma mulher de 37 anos, disse que “por conta do tempo frio, colocou a cachorra em um cômodo mais à frente”.

O hotel canino é anexo à casa dela. Na manhã de quarta, ela saiu para ir na padaria e, ao retornar, viu que a porta havia sido arrombada e Chaverah tinha sumido.

Segundo ela, os ladrões levaram a cadelinha, a câmera de segurança do local e um pendrive com a filmagem do crime.

À polícia, a dona do hotel disse que as casas vizinhas à dela estão sem moradores e que conversou com pessoas que moram nas proximidades, mas não encontrou o animal.

Aqueles que tiverem quaisquer informações sobre o paradeiro da Chaverah podem entrar em contato com a polícia pelo telefone 190.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.