Em vídeo emocionante, cachorrinho reencontra dono após explosão em Beirute

em Notícias

No dia 4 de agosto, uma enorme explosão em um depósito que armazenava nitrato de amônio, um composto químico altamente inflamável, destruiu o porto de Beirute, capital do Líbano, e seus arredores. Ao menos 180 pessoas morreram e outras 7 mil ficaram feridas.

Quando a trágica explosão ocorreu, cães, gatos e outros animais de estimação sofreram as mesmas consequências que seus donos.

Uma organização sem fins lucrativos chamada Animals Lebanon está fazendo todo o possível para ajudar as pessoas e os pets da cidade.

Dezenas de grupos de busca foram organizados para encontrar cães e gatos que fugiram de medo durante as explosões. Os voluntários têm procurado animais presos em escombros, salvando-os e cuidando-os até que seus donos sejam localizados e aqueles que seus donos morreram, eles estão encaminhando para adoção.

“Mais de 200 voluntários estiveram conosco na área do terreno destruído, vindos de todo o Líbano e estamos muito gratos pelo incrível apoio! Nossos esforços reuniram mais de 90 animais com seus tutores. Muitos deles estão feridos devido à tragédia, mas ficaram muito felizes em ver seus animais de estimação novamente”, escreveu a ONG Animals Lebanon.

Em meio ao caos, ainda é possível ver momentos de felicidade, como nessa filmagem, onde um homem aparece emocionado ao ver seu cãozinho a salvo, sem qualquer ferimento por causa da explosão.

Um voluntário leva o filhote marrom e branco até ele. Os dois se abraçam de felicidade em um momento tocante que emociona a todos.

“Todo mundo ficou sem palavras nesse momento porque você sente por eles. É bom podermos trazer um pouco de alegria para as pessoas depois de tantas perdas e sofrimento”, disse Jason Mier, diretor-executivo da Animals Lebanon.

Confira o vídeo:

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.