Criança diabética ganha cão goldendoodle treinado para alertá-la sobre alterações de saúde

Por
em Notícias

Ter um cachorro é o sonho de toda criança, mas ter um cãozinho treinado para ajudar a salvar a sua vida, é um privilégio!

Ter um animal de estimação já é uma alegria por si só, agora, ter um cãozinho habilitado a identificar os riscos de vida que o dono possui, é um verdadeiro presente. Presente esse, que o menino Grady Lucas, de 10 anos, que vive em Kentucky, Estados Unidos, recebeu.

Lucas possui diabetes tipo 1 e utilizava um dispositivo de monitoramento para identificar a queda do nível de açúcar no seu sangue, no entanto, houve um dia que o aparelho não o alertou sobre a alteração e colocou, assim, a sua vida em risco.

Para solucionar o problema, os pais de Lucas seguiram o conselho da enfermeira da escola e resolveram adquirir um cão, da raça goldendoodle, treinado especialmente para o seu caso, que o alerta sobre as alterações de níveis de açúcar no sangue.

A comunidade se solidarizou com o caso e ajudou a arrecadar o valor de 23 mil dólares, utilizado para adquirir e treinar o cãozinho, agora chamado Lucky.

O mascote foi treinado por sete meses antes de ir viver com o seu novo dono, que ficou imensamente feliz com o novo membro familiar, amigo e enfermeiro particular. Pacote completo, né?

Além de ser muito fofinho, Lucky está devidamente habilitado para ajudar a preservar a vida do seu novo dono, que já aprendeu a utilizar todos os comandos com o seu cão. “Ele é muito fofo e vai me ajudar com meu diabetes”, declarou Lucas.

Veja o vídeo:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários