Filipino relembra drama em buscas por seu cão que ficou 90 dias desaparecido: 'Eu chorava enquanto o procurava'

A família Samson passou três longos meses tentando encontrar o cãozinho Coco, que subitamente fugiu de casa e sumiu nas ruas de Manila, nas Filipinas.

Foram noventa dias de busca infrutífera e eles já estavam perdendo a esperança.

"Eu chorei. Houve tanta tristeza, tanta dor”, disse Rustico Samson Jr., dono do doguinho. “Coco é mais do que um animal de estimação. Ele é parte da família.”

Enquanto seus pais desistiram da busca, Rustico permaneceu inabalável na crença de que encontraria o paradeiro do cachorro. Todos os dias, o jovem percorria os cantos mais periféricos da cidade em busca de qualquer sinal de Coco.

"Procurei em cada esquina", disse o rapaz. "Chorava enquanto o procurava."

Rustico organizou verdadeiras operações de busca com a ajuda dos seus amigos e vizinhos, pedindo-lhes que ficassem sempre alerta. E tamanha persistência foi recompensada ao final!

Três meses depois do desaparecimento de Coco, um cachorrinho de rua que se encaixava perfeitamente na descrição do animal foi encontrado por uma pessoa anônima em um estacionamento privado.

Sem tempo a perder, Rustico correu até o local.

"Bem naquele momento, quando vi um cachorro deitado no chão do estacionamento, soube que era ele", disse o jovem. "Eu tinha mil vezes certeza de que era Coco."

O que aconteceu a seguir não deixou dúvidas:

"Fiquei maravilhado. Fiquei muito feliz", disse Rustico. "Acho que Coco sentiu o mesmo naquele momento. Dava para ouvi-lo chorar como um bebê."

A busca incessante chegou a um fim.

Os meses em que Coco viveu nas ruas como um cachorro perdido haviam cobrado seu preço. Ele estava magro e sujo, mas por outro lado saudável. Felizmente, não era nada que o amor de sua família não pudesse curar.

Ter Coco em casa mudou tudo.

"A casa está cheia de positividade novamente", disse o jovem filipino. "Boas vibrações estão de volta."

Rustico jamais teria parado de procurar Coco. Mas, felizmente, agora sua busca acabou.

“Quando se trata de ter um animal de estimação, não importa se você é rico ou pobre, contanto que tenha coração e amor por eles como uma família”, disse ele. "Quando alguém da sua família está perdido, você nunca desiste.”

O que fazer quando o seu animal de estimação desaparece

Um dos sentimentos terríveis para donos de pet, sem dúvidas, é a dor da perda. Saber que por um descuido ele pode ter sumido para nunca mais voltar traz à tona um sentimento de vulnerabilidade e fragilidade. Mas antes desses sentimentos assolarem, siga algumas dicas de buscas, o agir rápido diminui a chance do animalzinho desaparecer para sempre.

1. Verifique sua casa primeiro, pode ser que ele esteja escondido em lugares que você desconheça.

2. Expanda as buscas, se você não o encontrou em casa, procure nos vizinhos, parques e áreas próximas.

3. Divulgue, faça cartazes, cole nos postes, faça publicações nas redes sociais... quanto mais gente souber, mais chances do seu pet ser encontrado.

4. Busque em abrigos, muitas vezes quando um animal de estimação é encontrado, a pessoa que resgatou leva para o abrigo.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.