Mulher procura por donos de 2 hamsters que seu gato trouxe para casa para brincar

Por
em Notícias

Os donos de gatos vão se identificar com essa história. Se você possui um bichano com bigode em casa e ele nunca apareceu com um presente vivo, você está criando a espécie de forma errada (risos). Levar um bichinho ou algum inseto para casa é um hábito comum para os gatos, mas isso não significa necessariamente que eles queiram comê-los, pode significar, simplesmente, que eles tenham levado para agradar os donos, já que eles possuem instinto de caça.

Não diferente, um gatinho que vive em Bedok, Cingapura, apareceu em casa com uma surpresinha para a dona: um hamster, aliás, um não, foram dois. Em dois dias consecutivos, o felino apareceu com os hamsters para a surpresa da dona, chamada Teo. Embora o gato não possa falar quais foram as suas intenções com os pequenos mamíferos roedores, eles não estavam feridos e nem foram abocanhados pelo felino. Vai ver, ele só estava tentando ajudar os ratinhos órfãos, né?

Bem, talvez eles nem fossem tão órfãos assim, mas de qualquer maneira, Teo compartilhou o relato nas suas redes sociais, no dia 11 de outubro, na esperança de encontrar alguma informação sobre o paradeiro dos bichinhos.

“Então, meu gato trouxe para casa um hamster hoje. Se alguém estiver sentindo falta deste hamster na área de Chai Chee, entre em contato comigo. Por favor, ajude a compartilhar isso se você souber de alguém que mora nas proximidades!”

No dia seguinte, 12 de outubro, Teo atualizou a notícia.

“Meu gato trouxe para casa outro hamster de cor semelhante esta manhã... Ambos estão vivos e bem…”

Ao que tudo indica, Teo não recebeu nenhuma informação que pudesse localizar os donos dos pequenos hamsters, então ela encontrou novos lares para eles. Mesmo que a história pareça resolvida, muitos usuários demonstraram o seu interesse em conhecer o protagonista dessa história, o gatinho.

Conforme divulgou o portal de notícias Mothership, a dona, porém, afirmou que preservaria a identidade do seu felino. Teo disse que a identidade de seu gato deve ser mantida em sigilo por razões de segurança, pois está em uma "operação secreta".

Confira na íntegra o post da Teo:

Por que os gatos levam animais para casa?

Por mais domésticos que os gatos sejam, o instinto de caça é algo muito presente na sua genética e no seu comportamento. Domesticados pela primeira vez há quase 10.000 anos, os gatos domésticos mantêm os instintos por influência dos seus ancestrais selvagens. Entenda melhor esse comportamento com as informações a seguir:

É tudo uma questão de impulso

Quando seu gato finalmente deixa escapar aquele impulso natural e instintivo de caçar e traz o que conquistou para você, seu gato está agindo de acordo com seu instinto inerente de “guardar as presas”, o que essencialmente significa levar a presa para um lugar seguro para depois comer. Gatinhos que não tem nenhuma “presa” viva para caçar podem substituir por um rato ou bola de brinquedo favorita.

Como redirecionar essa presa

O desejo natural de um gato de caçar não pode - e não deve - ser suprimido. Não castigue o seu gato por fazer o que é natural para ele! Uma ótima maneira de satisfazer os instintos naturais do seu gato é redirecionar aquele forte impulso de caça com brinquedos. Se o seu gato parece gostar de perseguir pássaros, os brinquedos de varinha e penas são uma ótima solução. Isso faz com que você se envolva e brinque com seu gato também. Isso não apenas reduz os problemas comportamentais dos gatos que tendem a trazer ratos ou lagartos até a sua porta, mas também proporciona ao seu gato bastante exercício físico.

Seu gato pensa que você é um mau caçador

Alguns behavioristas acreditam que os gatos nos veem como caçadores desajeitados e inferiores, que simplesmente não conseguem se sustentar sozinhos. Portanto, o “presente” sangrento de uma criatura morta (ou rato de brinquedo, para gatinhos internos) é uma maneira de seu gato tentar sustentar o "pobre humano idiota" que não saberia o que fazer com um rato se nos mordesse a bunda. Bem, eles não estão exatamente errados!

Seu gato está tentando te ensinar

Na selva, as mamães gatas ensinam seus filhotes a caçar e comer suas presas, trazendo para casa presas mortas ou feridas. Os gatos domésticos podem estar fazendo o mesmo. As gatas castradas têm maior probabilidade de trazer “presentes” para seus donos. Mas, incapazes de ter gatinhos próprios para transmitir seus conhecimentos, seus humanos são a segunda melhor opção. Então, quando seu gato traz para você um rato morto (ou um rato meio morto), ele pode estar desempenhando seu papel de mãe e professora. Fofo, né?!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com