Homem chama gatos em diferentes idiomas e prova que todos são secretamente alemães

Por
em Notícias

Os donos de gatos sabem o quanto eles são independentes e donos de si, portanto, não é qualquer ‘pspsps’ que irá atrair a atenção deles. Pensando nisso, o usuário do TikTok (@g.cat.eng) resolveu fazer um teste e chamar vários gatos em diferentes idiomas, informou o jornal britânico Metro.

O homem tentou atrair a atenção dos felinos através do inglês americano, inglês britânico, em japonês, russo, espanhol, polonês, italiano, mas nenhum desses idiomas funcionou, apenas um: o alemão.

O tiktoker tenta comprovar dessa maneira que, no fundo, todos os gatos são alemães, ou pelo menos compreendem a língua. A frase que ele usou para chamar os gatos foi ‘stardenburdenhardenbart’.

A frase não tem um significado, apenas é usada pelos alemães para chamar os gatos. Entretanto, o que os alemães mais usam para chamar os gatinhos são 'katze' e 'miez-miez-miez'. O que vale é que ‘stardenburdenhardenbart’ funciona e os bichanos atenderam quando o rapaz a utilizou. Intrigados com o método, vários usuários do TikTok resolveram testar o chamado com os seus gatos e muitos alegaram ter funcionado.

“Eu disse isso e um dos meus gatos e ele correu para o quarto e pulou na cama comigo”, declarou um internauta.
“Tenho sete gatos e todos olharam quando eu disse a frase”, afirmou outro.

Veja o vídeo e teste você também:

Mas, afinal de contas, por que os gatos atendem o ‘pspsps’?

Em um artigo sobre o motivo dos gatos respondem tão bem ao som do ‘pspspsps’, a dra. Ahna Brutlag da Pet Poison Helpline disse à RD:

“É um som abrupto que muitas vezes não é encontrado em um ambiente típico, portanto, é “atraente”.

Há a possibilidade de que, quando os gatos ouvem o som áspero e direto de ‘stardenburdenhardenbart’, eles se submetam ao choque e decidam vir até nós. Ou… Todos os gatos são secretamente alemães.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com