Gato adotado se torna 'enfermeiro' e tranquiliza animais de hospital veterinário

Por
em Notícias
Quando foi resgatado e passou a viver no hospital, a equipe não imaginava que estava acolhendo o mais novo enfermeiro felino oficial da instituição.

O gatinho Ron, que foi resgatado como um vira-lata, cumpriu um papel muito importante no Hospital Veterinário de Northfield, no Colorado (EUA). Ele ajudou a confortar os animais quando eles estão passando por alguma intervenção médica e, o mais curioso, é que a iniciativa partiu dele mesmo. Ir ao veterinário, é naturalmente assustador para os bichinhos, mas se tornou mais confortável com a presença de Ron.

Recentemente, ele fez questão de se sentar ao lado de um cão que estava sob anestesia para tratamento odontológico (procedimento não estéril) e fornecer calor corporal a ele, como disse Shelly Sandel, veterinária e co-proprietária do Hospital Veterinário de Northfield ao portal The Dodo.

Além disso, Ron se destacou em outras situações do cotidiano do hospital, onde vivia até então.

“Certa vez, um gatinho muito agressivo veio ao nosso hospital e o proprietário nos avisou que seria quase impossível examiná-lo devido ao temperamento dele. Nós normalmente tínhamos Ron ao redor de gatinhos agressivos, mas ele escapou e correu para um gatinho muito assustado e eles se tornaram amigos, tocando um ao outro e cuidando um do outro. E o gatinho agressivo ficou bem depois disso e pudemos examiná-lo", relembra Shelly.

A repercussão do carinho de Ron para com os animais se espalhou e muitos donos passaram a solicitar a presença dele durante os procedimentos que os seus bichinhos estavam sendo submetidos.

Ron, por muito tempo, foi o enfermeiro felino oficial da clínica, mas depois de cumprir o seu glorioso papel como auxiliar dos bichinhos, agora ele tem um novo lar.

“Ele mora com uma família que tem um filho pequeno e um cachorro mais velho, e nem é preciso dizer que todos amam Ron”, conclui Shelly.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com