Segurança gente boa acolhe cãozinho de rua que 'invadiu' shopping para se refrescar

Por
em Notícias

Na semana passada, Jan Mart Calimpong estava visitando um shopping center perto de sua casa nas Filipinas, nação do sudeste asiático, quando percebeu um visitante inesperado passeando ao lado dele.

Era um cachorro aparentemente perdido, no meio da passarela. Ele logo deitou-se no chão e tentou tirar um cochilo, aproveitando o chão fresco e gelado que contrastava com o calor terrível que fazia do lado de fora.

“Foi uma situação incomum”, disse Jan ao The Dodo.

Não demorou muito para o cãozinho começar a receber carinho e chamego dos clientes do shopping, o que ele adorou, pois era aquilo mesmo que estava precisando.

Jan começou a gravar um vídeo assim que avistou um segurança do shopping se aproximando do filhote. Mas ao invés de despejar duramente o visitante peludo, o segurança lhe fez cafuné e o escoltou gentilmente para longe.

“Ele o tratou como um animal de estimação”, disse Jan. "Ele estava até abanando o rabo."

No final das contas, o doguinho não foi expulso do shopping. Pelo contrário: aconteceu exatamente o oposto.

Quando a gerência do shopping soube como o cachorro de rua se sentia em casa, decidiu lhe oferecer um 'emprego'. E com isso, "Dogdog" (seu novo nome) se tornou um membro oficial da equipe de segurança do shopping.

“Estamos continuamente construindo uma cultura de inclusão, onde humanos e animais, como Dogdog, se reúnem e se ajudam”, escreveram os funcionários do shopping.

Agora, o cachorro está cercado por pessoas que se preocupam com ele.

E Dogdog não poderia estar mais feliz. Esse ato de compaixão por um cão de rua desabrigado provou ser uma excelente escolha de negócios. Com Dogdog na equipe, os clientes têm mais um motivo para visitar o shopping.

"A maioria dos frequentadores de shoppings agora considera Dogdog um marco vivo. Ele é imperdível para as pessoas na área", disse Jan. "Como um apaixonado por animais de estimação, especialmente os cães, estou muito feliz em ver isso."

Assista ao vídeo:

Crescimento da tendência de estabelecimentos pet friendly no Brasil

Apesar da recessão econômica que enfrentamos, resultado direto da pandemia de Covid-19, o segmento pet no Brasil continua em pleno crescimento, com a projeção de movimentar R$ 36,2 bilhões em 2019 – uma alta de 5,4% sobre 2018.

Essa área tem se destacado por conta da mudança de comportamento dos donos de animais de estimação. Nos últimos anos, cães e gatos passaram para dentro das casas e ganharam o status de verdadeiros membros da família (o que é ótimo).

Assim, muitos estabelecimentos comerciais têm trabalhado para se tornarem 'pet friendly'. Esse conceito busca proporcionar bem-estar e conforto para os nossos animais de estimação. A tendência começou no setor hoteleiro, mas tem ganhado espaço em restaurantes, cafeterias, supermercados e até salões de beleza.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.