Pit bull cego ajuda gato a superar a perda do seu melhor amigo que faleceu

Quando a família acolheu o pit bull com necessidades especiais não imaginava o quanto ele faria por ela e pelo seu gato.

Por
em Notícias

Quando Nicole Wulfekuhle adotou o pit bull Jude, que não possui nenhum dos olhos, ela não imaginou que o cachorro seria o responsável por ajudar a família e não o contrário.

A família havia perdido o seu cachorro de estimação pouco tempo antes de adotar Jude, e apesar da tristeza da perda, Nicole e o marido conseguiram superar a sua partida, ao contrário do gato da família, Oscar.

Como os dois animais eram muito próximos, Oscar foi quem mais ficou sentido com a partida do seu melhor amigo. No entanto, com a chegada de Jude, tudo mudou.

“Jude se tornou o componente de cura de nossa família. Quando o adotei, disse a mim mesma que sua vida teria um propósito. E eu vejo isso como um fato: ele nos deu um propósito extra para viver, enquanto inspira outras pessoas na Internet com seu jeito independente e orgulhoso", disse Nicole ao The Dodo.

Oscar e Jude se aproximaram rapidamente e criaram um elo afetivo muito intenso. Era como se eles soubessem a necessidade um do outro e estivessem dispostos a supri-las.

A limitação visual de Jude também nunca foi empecilho para ele levar uma vida feliz ao lado da sua família.

Os seus instintos apurados, a supervisão dos donos e a proteção extra de Oscar garantem que ele tenha uma mobilidade segura. E energia é o que não lhe falta.

“Incrível como você pode andar pela casa. Se estiver perto de uma parede, simplesmente contorna, sem problemas", conta Nicole.

Além de trazer força para a própria família, Jude tem servido de inspiração para muitas pessoas que acabam conhecendo a sua história. Será que você é uma delas?

Animal de estimação cego

A visão não é um sentido primário do cão. Se você adotou um cachorro cego ou se o seu amigo peludo está perdendo a visão é possível fazer algumas pequenas mudanças na maneira como interagir com eles, um cão com deficiência visual pode se ajustar muito bem ao estilo de vida da família. Confira algumas dicas:

  • Coloque etiquetas ou sinos em outros cães, assim seu cão cego saberá onde eles estão (se você tiver outro animal em casa).
  • Não reorganize os móveis. Cães cegos aprendem como a casa é organizada e podem ter problemas para se locomover se ela for alterada.
  • Use óleos perfumados ou perfumes para borrifar coisas que seu cão cego possa esbarrar.
  • Cães cegos têm sentidos EXTREMAMENTE aguçados (especialmente olfato e som).
  • Procure retirar coisas que podem machucá-lo.
  • As texturas ajudam alguns cães cegos, exemplo; pedras ao redor da piscina, quando ele sente as pedras, ele saberá que está se aproximando da piscina.
  • Alimente seu cão cego no mesmo lugar e experimente colocar tapetes embaixo das tigelas de água. Quando ele sentir a mudança de textura, ele saberá onde está a tigela de água.

Pequenas alterações na rotina ajudará muito o seu cão cego. Não se entristeça se ele está perdendo a visão, agora mais do que nunca ele precisa do seu amor e apoio. É o momento de você retribuir todo o amor que ele lhe ofereceu na juventude. Não abandone!

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com