Família tenta produzir cartão de Natal e cadela acaba roubando a cena

Por
em Notícias
Inicialmente, a cadela não colaborou com a sessão de fotos, mas quando percebeu que estava sendo ignorada, ela fez questão de protagonizar o ensaio.

Quando Deanna Greenstein viu a cadela Penny no abrigo Northeast Animal Shelter em Salem, Massachusetts, ela não imaginou o quão travessa e cheia de personalidade ela seria.

Apesar das muitas qualidades e características, Penny se destacou recentemente mesmo por ter atrapalhado a sessão de fotos do cartão de Natal da família.

O tradicional cartão de Natal é feito todos os anos e, dessa vez, Deanna tentou incluir Penny no retrato da família, que é composta por cinco filhos. A tentativa, no entanto, foi frustrada, já que a cadela não parecia muito disposta a cooperar.

Quando a família finalmente desistiu da ideia, Penny não ficou contente e resolveu fazer a sua própria participação especial nas fotos, que claro, ficaram hilárias.

A cadela teve um início de vida difícil e foi encontrada ainda filhote com seus 11 irmãos em uma caixa ao lado de uma lixeira. Felizmente, os cães foram resgatados e levados em segurança para o abrigo em que Deanna conheceu Penny.

Até então, ela parecia ser muito tímida e retraída, mas foi exatamente isso que despertou a atenção da mulher na canina.

“A timidez dela desapareceu no segundo em que ela saiu do abrigo, e você pode ver pelas nossas fotos o que ela se tornou!”, disse Deanna ao The Dodo.

Bem, desapareceu mesmo e agora ela faz questão de roubar a cena de todos os flashs e focos. Poderosa essa garota, né? Quando o cartão finalmente ficou pronto, houve aquela expectativa sobre o resultado final.

“Não contamos ao meu marido sobre o cartão, apenas dissemos a ele para ir buscá-lo na Walgreens depois”, disse Greenstein. "Ele disse que se sentou no estacionamento rindo histericamente quando abriu a caixa".

Além da família, amigos e parentes foram maravilhados com os cartões de Natal mais que especiais que receberam.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com