8 alimentos típicos do Natal que são tóxicos para os cães

Por
em Dicas

As festividades de Natal são recheadas de guloseimas e banquetes deliciosos absolutamente tentadores para nós e também para nossos cães.

No entanto, você sabia que existe uma lista bastante extensa de alimentos típicos do Natal que são tóxicos para os cães? É importante que os familiares e amigos que vão participar da Ceia estejam cientes disso.

Recomenda-se que se evite alimentar o seu cachorro com qualquer guloseima da Ceia, reservando a ele a boa e velha ração e petiscos feitos especialmente para pets.

Abaixo, você confere uma lista de alimentos selecionados pelo portal de notícias Time for Paws para manter fora do alcance de seus amigos peludos durante a tradicional época festiva.

1. Cebolas

Elas contêm um ingrediente chamado tiossulfato, que é tóxico para os cães. A ingestão de cebolas causa uma condição chamada anemia hemolítica, que gera danos aos glóbulos vermelhos.

Tanto pequenas quantidades ao longo do tempo quanto grandes quantidades de uma só vez podem causar danos ao seu cão. É aconselhável que os tutores não dêem restos de comida como pizza ou molho que possa ter vestígios de cebola. E mais: alho, alho-poró, chalota e cebolinha têm o mesmo efeito que a cebola.

Sintomas - Diarréia, vômito, letargia e falta de ar. Estes sintomas podem não aparecer imediatamente, levando de 2 a 4 dias para serem sentidos. Consulte um veterinário sempre que necessário.

2. Chocolate

Toda quantidade de chocolate é altamente perigosa para os cães e tem um efeito semelhante ao da cafeína. O chocolate contém uma substância chamada teobromina que estimula o sistema nervoso central e o sistema cardiovascular, causando um aumento da pressão arterial que pode ser fatal para o seu cão.

Sintomas - Diarréia, vômito, respiração ofegante excessiva, excesso de urina, hiperatividade, espasmos musculares, desidratação, convulsões e aumento da frequência cardíaca. Todos esses sintomas são muito graves e seu cão deve ser examinado por um veterinário imediatamente após consumir o chocolate.

3. Ossos cozidos

Ossos que são cozidos podem estilhaçar e causar danos internos à garganta ou estômago do seu cão, além de sufocação.

Sintomas - Asfixia, dificuldade para respirar, o corpo pode ficar curvado devido a dores de estômago desconfortáveis.

4. Uvas (passas, sultanas, etc.)

Esses alimentos são conhecidos por serem tóxicos para os cães, mas a causa ainda é desconhecida. É aconselhável não dar esses frutos de forma alguma. Alguns cães podem comer uvas e passas e ficar absolutamente bem, mas outros não, e comê-las pode levar à insuficiência renal.

Sintomas - Insuficiência renal, fraqueza, dor abdominal, desidratação, vômito e diarréia.

5. Laticínios

Os cães têm dificuldade em consumir e digerir produtos lácteos. Como alguns de nós, humanos, eles são intolerantes a produtos à base de lactose, como leite e queijo.

Sintomas - Problemas estomacais, diarréia, vômitos e gases expelidos. Os laticínios não são altamente tóxicos para o seu cão, mas podem definitivamente causar problemas estomacais em alguns deles.

6. Álcool

Substâncias alcoólicas ingeridas por cães causam alguns dos mesmos efeitos que temos quando consumimos álcool, afetando nosso cérebro e corpo, causando muitos danos ao fígado; no entanto, para os cães, pode ser muito pior. Mesmo pequenas quantidades encontradas em alimentos cozidos não devem ser dadas ao seu cão. Assistência veterinária deve ser dada imediatamente caso seu cão ingira álcool.

Sintomas - Vômitos, sonolência, diminuição da frequência cardíaca, queda da temperatura corporal, parada cardíaca possivelmente resultando em morte.

7. Comida de alto valor calórico

Alimentos ricos em determinados nutrientes podem ser excelentes para os seres humanos, mas não para os cachorros, uma vez que eles não estão acostumados a eles.

Sintomas - evacuação de gases, fezes moles, intestino irritado.

8. Molhos (ricos em sal)

Muitas pessoas adoram colocar molho na comida e, pra piorar, dão restos de comida aos cachorros sem pensar que isso faz mal a eles. Embora o molho seja muito saboroso para nossos cães, ele é rico em sal, por isso deve ser evitado. Molhos especiais de pet shops estão disponíveis com baixo teor de sal.

Sintomas - há muitos sintomas se o seu cão tem uma dieta rica em sal, levando a hipertensão, ataques cardíacos, derrames e muitos outros problemas de saúde.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.