Cão e gato viralizam no TikTok ao dançar estranhamente em ritmo de tango

Se eles sabiam ou não que estavam sendo filmados, eu não tenho certeza, mas que eles deram o máximo de si, isso eles deram!

Por
em Notícias

Os animais são ótimos intérpretes e estão sempre fazendo algo capaz de roubar a atenção - e o coração - dos donos. Nesse caso, um gato e um cãozinho são os protagonistas de um vídeo que se tornou viral no TikTok pela performance esquisita, mas muito engraçada dos dois.

Enquanto os dois se encaram a uma certa distância, ensaiando alguns passos de capoeira ou de um tango, o dono aproveita para gravar a cena e coloca uma música de tango ao fundo.

Embora o cãozinho tenha participação especial no vídeo, o gato é quem rouba toda a cena com uns passos, um tanto quanto, peculiares, mas hilários!

O vídeo logo viralizou e ultrapassou a marca de 3 milhões de visualizações, além dos muitos comentários das pessoas dizendo terem se divertido com a versão esquisita do tango animal.

Assista o vídeo:

Os internautas não pouparam comentários sobre a dancinha deles.

“Os pequeninos estão dançando o tango da morte”;
“Os dois são engraçados, mas principalmente o gatinho”;
“Que fofo, nem eu coordeno tanto os meus passos de dança”, foram alguns dos comentários deixados na publicação.

Aonde será que eles aprenderam a dançar com tanto estilo assim?!

Gatos gostam de música?

Os gatos gostam de música, mas não gostam de música "humana". Um estudo publicado na revista Applied Animal Behavior Science acredita que, para que nossos amigos felinos possam desfrutar de música, ela tem que ser música específica para cada espécie.

Testando 47 gatos domésticos diferentes, os pesquisadores tocaram as canções direcionadas a gatos e compararam as reações dos felinos a duas canções "humanas": “Air on a G String” de Bach e “Elegie” de Gabriel Fauré.

Depois de seus testes, os pesquisadores descobriram que os gatos mostraram uma “preferência e interesse significativos” pela música apropriada para gatos em comparação com as duas canções humanas, às quais eles não reagiram de forma alguma.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com