Tutores constroem quarto personalizado para sua gatinha adotada

Por
em Notícias

Stella chegou a sua casa em Orlando, Flórida, quando ainda era apenas uma filhotinha e sempre dominou tudo por lá.

“Ela é muito mimada, como se você não pudesse perceber”, Kelsey Mansingh, a mãe de Stella, disse ao portal The Dodo.
“Sempre brincamos que ela é obcecada por nós, porque ela nos segue aonde quer que vamos, nos cumprimenta na porta quando chegamos em casa, se deita para fazer massagens na barriga e nos acorda de manhã miando e andando por aí. Ela é tão doce e super brincalhona. Sempre dizemos que ela se parece mais com um cachorro do que com um gato de verdade.”, completou.

Os tutores da bola de pelos são muito criativos e sempre postam suas invenções online, para que os internautas também possam acompanhar.

Recentemente, tiveram uma nova grande ideia: construir o próprio quarto de Stella.

“Tínhamos um armário que não estava sendo utilizado e eu queria um espaço para colocar sua caixa de areia, comida e cama para que ficasse fora do caminho e não fosse visível quando os convidados chegassem”, disse Kelsey. “Então eu achei o armário perfeito, espaçoso o suficiente para caber tudo e escondido. Além disso, ela é nossa filha - ela merece seu próprio quartinho!”, explicou a mulher.

Animados com o novo projeto, eles demoraram apenas algumas semanas para concluí-lo.

“Tudo o que fiz foi colocar madeira nas paredes e depois pintá-las, adicionar um papel de parede divertido e preencher a sala com as coisas. Ela não é muito exigente com sua decoração. Um dos projetos mais fáceis que já fizemos, e é um grande começo de conversa quando as pessoas vêm!”, explicou animada.

Confira abaixo o vídeo do lindo quarto:

“Ela adorou e soube imediatamente que era o quarto dela”, disse a mulher. “Quando ela está animada, ela coça o poste de arranhar e se esfrega em nós, e foi exatamente o que ela fez. Ela não teve nenhuma dificuldade em saber que era seu espaço e provavelmente se gaba para todos os seus amigos gatos sobre isso.”, complementou.

Agora, Stella passa muito tempo em seu pequeno espaço. Ela ainda adora seguir seus pais em todos os lugares, mas se eles estão no andar de baixo, ela fica aninhada no quarto, dormindo ou comendo ou apenas brincando o dia todo. A maior parte de suas coisas está no quarto surpreendentemente espaçoso, e Stella definitivamente parece adorar ter um espaço todo seu.

Algumas pessoas ficaram um pouco incomodadas ao ver que sua caixa de areia e sua comida estão no espaço, pois pode ser melhor mantê-los separados, mas ela sempre esteve acostumada a isso. Sua tigela de água está em um espaço diferente, no entanto, pois ela não bebe se a água estiver perto de sua comida por algum motivo. Stella sabe do que gosta e não tem medo de fazer sua voz ser ouvida.

“Eu sei que ela não pode nos dizer, mas os gatos são exigentes, se ela não gostasse nós saberíamos”, disse a mamãe.

Os pais de Stella a amam muito e pensaram que ela merecia um quarto só para ela, e a gata um pouco mimada é muito grata e ama seus pais de volta.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.