Pombo-correio aposentado faz sucesso com looks personalizados e tem até guarda-roupas

O pombo-correio mudou de vida e tornou-se fashionista depois de uma lesão na asa, virando manchete em sites de notícias americanos

Por
em Notícias

Ter um pombo-correio aposentado como animal de estimação. Aí está algo inimaginável para a maioria das pessoas. E ter um pombo-correio aposentado como ícone fashion, então?

Para Caitlyn Polyak-Roach, de 32 anos, no entanto, nenhuma dessas ideias soa estranha.

Caitlyn é mãe de dois filhos, vive em Michigan, Estados Unidos, e acolheu o ex-pombo-correio, Buddy, depois que ele sofreu uma lesão na asa durante uma corrida.

Como consequência, Buddy ficou com uma deficiência permanente, o que o limita a curtos e rasos voos. Apesar da atenção extra, Buddy não poderia estar desfrutando de uma vida melhor. Além de animal doméstico, ele foi transformado pela dona em um verdadeiro fashionista.

Segundo o portal Metro, Caitlyn investiu 140 euros (equivalente a 900 Reais) em roupas personalizadas e sob medida para o seu adorável pombo. Isso mesmo, Buddy possui o seu próprio guarda-roupas em miniatura, com peças lindas e exclusivas, desenhadas e feitas à mão pela artista Anastassia Fulmer.

Buddy tem livre acesso para escolher os seus looks no guarda-roupas criado pela própria dona, e ele parece adorar a ideia.

“Ele parece entender que usar calças significa ir a lugares divertidos, então ele nunca se importa em usá-las. Além disso, acho que ele gosta da atenção que as pessoas dão a ele quando notam suas calças”, afirmou Caitlyn.

Não é à toa que Buddy gosta de andar bem-vestido. De acordo com Caitlyn, ele costuma acompanhar a família em passeios e viagens.

“As calças permitem a Buddy a liberdade de perambular pela casa conosco, sentar-se no sofá conosco e até mesmo viajar pela cidade conosco. Ele adora passeios de carro, caminhadas na floresta e lugares onde pode ver coisas novas e interessantes”, disse.

A família faz de tudo para proporcionar uma vida confortável para Buddy, mas não é por acaso, ele realmente é um ser especial, como a dona mesmo afirma.

“'Ele é um pássaro muito inteligente - os pombos em geral são muito mais inteligentes do que as pessoas imaginam”, concluiu Caitlyn.

Pombo-correio

Antes de toda a tecnologia surgir, o meio de comunicação mais rápido e eficaz eram os serviços do pombo-correio. Conheça alguns fatos curiosos sobre esses incríveis animais.

  • No estado de Orissa, no leste da Índia, 400 delegacias de polícia contaram com o Serviço de Pombos da Polícia para se comunicar diariamente e durante desastres naturais. O serviço que reunia cerca de 800 pombos foi desativado em março de 2002.
  • Um pombo-correio, detém o recorde de voo de pombo mais longo, ao voar 7200 milhas sobre o mar, montanhas e deserto de Arras, na França, a Saigon, no Vietnã, em 24 dias
  • Walter Fricker, um criador de pombos, iniciou o primeiro serviço de correio aéreo do mundo - Great Barrier Pigeongram Service - em 1897 na Nova Zelândia. O serviço operou entre a Grande Barreira de Corais e a Nova Zelândia até 1908, com pombos cobrindo a distância em 135 minutos.
  • A agência internacional de notícias Reuters usou uma frota de mais de 45 pombos para entregar notícias e preços de ações entre Bruxelas e Aachen em 1850. Levando duas horas para a jornada de 76 milhas (que por trem levava seis), os pombos eram mais confiáveis ​​do que o serviço de telégrafo estabelecido até então.
  • Nos primeiros Jogos Olímpicos de 776 a.C, todos os atletas participantes trouxeram um pombo-correio de sua aldeia. Se ele ganhasse o evento, seu pombo levaria a notícia para casa.

Você quer saber mais sobre os pombos-correio?, O BRS Explica, cria conteúdos explicando alguns fatos sobre assuntos curiosos e, nesse vídeo, fala sobre a história e curiosidades dos pombos. Confira!

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com