Estudo revela cinco perfis predominantes nos gatos; descubra qual é o seu

Por
em Dicas

Esse conteúdo é especialmente feito para as mamães e os papais de gatos. Não importa quantos você já teve ou tem aí na sua casa, cada um deles tem um comportamento único e exclusivo, portanto, não adianta compará-los.

É importante, ainda, que o dono entenda a personalidade de cada um para aprender a lidar com ela e a respeitá-la. Afinal, eles também precisam ser compreendidos e ter o seu próprio espaço, certo?

Segundo o portal de notícias Metro, afim de melhorar o convívio, ambientes e interações entre os donos e os seus gatos, a equipe da empresa Natusan, especializada em venda de produtos para felinos biodegradáveis, e o especialista em comportamento animal Peter Neville, revelaram um estudo que aprofunda o assunto.

Com base em dados e comportamentos de mais de 3.700 gatos, a equipe os dividiu em cinco categorias comportamentais, cujos perfis iremos conferir agora.

1.A nervosa Nala

Esse é o tipo de gato que é considerado introspectivo e tímido. Pouco sociável, eles podem se esconder embaixo do sofá ou de outros móveis, especialmente quando alguém estranho tenta se aproximar.

Dicas:

  • É importante que os gatos que possuem esse tipo de comportamento tenham os seus próprios 'espaços seguros', como caixas e túneis para gatos, eles adoram esconderijos;
  • Poleiros e prateleiras onde os gatos podem ver o mundo de um ponto de vista seguro e elevado;
  • Ser paciente. Este perfil costuma tomar iniciativa para se aproximar e demonstrar carinho, então respeite o seu espaço e nunca force o aconchego sobre eles;
  • Faça uma rotina. Gatos nervosos adoram comer refeições previsíveis;
  • Reduza os gatilhos. Identifique situações que podem causar ansiedade neles. Objetos como aspirador de pó ou secador de cabelo podem ser perturbadores para os felinos. Observe a reação deles com o seu uso e evite usá-los perto dele, caso isso o incomode.
  • Mantenha a caixinha limpa. Os gatos são criaturas higiênicas, então caso eles se deparem com a caixa de areia suja, eles não a usaram e poderão ficar ainda mais estressados;
  • Seja o exemplo. Seu gato vai pegar seu humor, então tente ficar tranquilo quando estiver em casa.

2. O extrovertido Oliver

Expressivos, eles também são muito divertidos. Sabem bem como pedir carinho - e guloseimas. Nem que para isso ele precise fingir que realmente quer te dar um pouco de carinho e atenção antes de conseguir o que realmente quer. Eles costumam miar para o dono assim que ele chega em casa e também adoram explorar. Algumas vezes acabam descontando o seu excesso de energia no seu sofá.

Dicas:

  • Crie um horário para as brincadeiras;
  • Forneça diferentes brinquedos para manter seu gato entretido;
  • Recompense o seu gatinho quando ele tiver bom comportamento com carinhos e as guloseimas favoritas;
  • Deixe sua casa à prova de gatos. Certifique-se de que as portas do armário estejam fechadas e cuide para não trancá-lo acidentalmente em nenhuma delas;
  • Distração é a chave. Há muitos objetos voltados para os gatos, que além de mantê-los entretidos, impede que eles acabem com os seus móveis;
  • Nunca grite ou puna seu gato por mau comportamento. Eles não vão entender e você só vai acabar assustando eles;
  • Use os tempos limite. Se o seu gato estiver ficando um pouco agitado, coloque-o em outro cômodo com muitos brinquedos para que ele possa trabalhar todo o excesso de energia;
  • Seja paciente, o seu gato não quer ser travesso!

3. A Bella mandona

Esse perfil é dos gatinhos que adoram comandar situações, a casa e o dono. De iniciativa, eles costumam tomar a frente, especialmente se tiver outros animais na casa. Manipuladores, eles fazem de tudo para reverter a situação ao seu favor. Comandantes por natureza, né?

Dicas:

  • Apresente gradualmente novos membros da família; compartilhe o amor, se você tiver outros gatos, faça de maneira individual enquanto sua mandona
  • Bella está dormindo ou em outro ambiente, pois isso evitará competição entre eles;
  • Use a comida como motivação. Você ficaria surpreso com a rapidez com que seu gato pode se endireitar e voar bem quando a hora do jantar for questionada. Se você tiver mais de um gato, providencie áreas de alimentação e tigelas separadas para evitar que seu tipo mandão tome conta do pedaço, literalmente;
  • Considere castrar ou esterilizar. Os hormônios podem ser responsáveis ​​por comportamentos agressivos e o animalzinho pode ficar mais calmo;
  • Aprenda a aceitá-los. Os gatos, embora bastante resistentes e adaptáveis, podem ser definidos em seus caminhos. Se eles foram os "chefões" por muito tempo, talvez você tenha que lidar com o fato de que é visto mais como um servo do que como um pai; nesse caso, você deveria ser grato por ter um governante tão misericordioso.

4. O Simba espontâneo

Hiperativos, esses gatos estão sempre procurando algum entretenimento, mesmo que isso signifique sair pulando em cima do dono na madrugada. A pesquisa apontou que esse é o perfil de 22% dos gatos britânicos.

Dicas:

  • Queime o excesso de energia com brincadeiras e atividades interativas;
  • Considere caminhadas diárias na coleira se o seu gato só fica em casa;
  • Nunca repreenda seu gato. Gritar com um Simba espontâneo provavelmente aumentará seus níveis de ansiedade e aumentará qualquer comportamento errático como resultado. Além disso, uma bronca raramente funciona com gatos. Em vez disso, tente compensá-lo pelo bom comportamento;
  • Faça uma rotina. Estipular horários para a alimentação e as brincadeiras pode ajudar a manter a calma do gato;
  • Leia a linguagem corporal do seu gato. Tente identificar as coisas que o incomodam, isso pode ajudar a identificar quaisquer gatilhos que estejam causando a energia nervosa;
  • Sincronize seus ciclos de atividade. Alguns gatos são mais noturnos do que outros e preferem correr pela casa na madrugada. Tente mantê-los entretidos e acordados durante todo o dia para mudar seu relógio biológico.

5. O amável alfie

Problemas não fazem parte do seu comportamento. Em tese, ele é sociável, doce, sensível e interativo. Muito fácil de lidar e cuidar. Logo, há menos dicas com o perfil.

Dicas:

  • Considere expandir a família. Gatos agradáveis se adaptam facilmente com outros felinos e também podem ser ótimos mentores para os mais jovens. Esse perfil é o modelo ideal para novas adições, particularmente resgates que podem reaprender comportamentos muito mais rápido do que os humanos;
  • Continue fazendo o que está fazendo, claramente funcionando. Um gato bem ajustado pode fornecer uma quantidade infinita de conforto, cuidado, calma e carinho. E aí, qual é o perfil do felino que você tem em casa? Conta para gente nos comentários!

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com