Cão que ficou ao lado do corpo de dono na neve por 2 dias ganha nova família

Por
em Notícias

O pastor alemão Baby Dog mostrou toda a sua lealdade ao permanecer na neve por dois dias ao lado do corpo do dono, David Desho, em Placer County, Califórnia (EUA).

O caso ganhou repercussão internacional, mas apesar de triste, Baby Dog ganhou um novo lar que o cuidará com muito carinho.

“O cãozinho ficou [deitado] no peito dele para mantê-lo aquecido”, disse a filha de David, Shona ao CBS13 News.

Além de ter que lidar com a perda do pai, Shona não pode cuidar de Baby Dog, pois passa muito tempo fora de casa, então ela encaminhou o animal para os cuidados do abrigo Placer Animal Services.

Baby Dog, como se sabe, não é qualquer cão e a sua história de vida atraiu e comoveu milhares de pessoas que mostraram interesse em adotá-lo. Mas quem tomou iniciativa foi a vizinha de Shona, Lisa Lomeli. A mãe de Lisa tem câncer e está passando por sessões de quimioterapia, então ela achou perfeita a ideia se juntá-la ao Baby Dog.

“Minha mãe está terminando a quimioterapia e perdeu seu labrador há um ano e está muito sozinha. Minha mãe me disse: 'Fiz uma oração e sei que devo ter outro cachorro. Esse cachorro vai me encontrar'”, afirmou Lisa.

Baby Dog foi levado para sua nova casa em Concord, sem saber o quão amado estava prestes a ser.

“Ele será tão mimado. Não haverá outros cães na casa”, disse Lisa.

Assim como Baby Dog, o outro cachorro de David Desho, chamado Buddy, foi levado para o abrigo e agora aguarda por um lar. Assim como seu irmão conseguiu, esperamos que Buddy encontre também seus donos perfeitos.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com