Galinha acolhe com sua asa filhote de cachorro que tremia e vídeo viraliza

Por
em Notícias

Para quem pensa que apenas os animais domésticos têm sentimentos e são solidários uns com os outros, essa galinha prova o contrário ao abraçar um filhote de cachorrinho.

Em um vídeo compartilhado no TikTok pelo usuário @hectorayora, uma galinha e um filhote de cachorro aparecem lado a lado. Em uma atitude inesperada, a ave abre as suas asas e as coloca sob o cãozinho, que estava tremendo muito, o aproximando de si.

O cãozinho parece nada incomodado com a atitude, pelo contrário, ele permanece sob as asas - e o cuidado - da ave. Quem pode imaginar um vínculo entre essas duas espécies?

O clipe foi compartilhado no dia 20 de fevereiro e até o momento atingiu milhares de interações: mais de 750 mil visualizações, mais de 57 mil curtidas e centenas de comentários.

É realmente impressionante como os animais são amáveis uns com os outros!

Veja o vídeo:

Vídeo: curiosidades sobre as galinhas

A galinha é a ave mais comum do mundo, inteligente e incrivelmente empática ao bem-estar do seu próximo.

Em um estudo, pesquisadores analisaram a reação das galinhas ao verem seus pintinhos levarem uma golfada de ar e a reação não poderia ser outra, elas cacarejavam chamando a atenção dos filhotes para atraí-los para outro local. A pesquisa sugere que as galinhas são sensíveis com o sofrimento dos outros.

Para mais curiosidades, o vídeo do Criatório Neves - Rodrigo Neves, canal do YouTube voltado para conteúdo da avicultura, traz trinta curiosidades sobre esses animais. Confira!

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com