Delegado Bruno Lima cria Projeto de Lei para inclusão da causa animal na grade curricular das escolas públicas

Por
em Notícias

Nessa terça-feira (2), o delegado e deputado estadual, Bruno Lima, usou as suas redes sociais para anunciar ao público o Projeto de Lei da sua autoria que prevê a inclusão da causa animal na grade curricular das escolas públicas.

O objetivo do Projeto de Lei n° 345/2020, criado pelo parlamentar que é engajado na causa animal, é conscientizar os alunos das redes públicas estaduais sobre os direitos e proteção animal. Segundo o delegado, o projeto já foi aprovado em todas as comissões e agora será pautado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. O projeto deve ser votado até a próxima quinta-feira (4).

Na publicação, o delegado pediu o apoio dos internautas para comentar e compartilhar a publicação para que, com mais notoriedade, o projeto seja aprovado. O delegado Matheus Laiola, também ativista em prol dos animais, comentou na publicação apoiando Bruno. “Pra cima, irmão!!! #AprovaPL345”, escreveu Laiola.

A proposta de projeto também foi ovacionada pelos seus seguidores que receberam positivamente a notícia.

“Como professora há 28 anos, já faço esse trabalho de conscientização com meus alunos. O resultado é extremamente positivo e gratificante”, comentou uma internauta.
“A educação traz consciência! Desde cedo compreender e respeitar todas as espécies!! Parabéns pela bela iniciativa, delegado”, escreveu outra usuária.

Confira abaixo o post na íntegra:

Atualização

OProjeto de Lei n° 345/2020 foi aprovado pelo Plenário da Alesp, no mesmo dia em que o delegado anunciou nas redes sociais sobre o seu projeto de inclusão da causa animal na grade curricular das escolas públicas. Com o lema "Educar hoje para não precisar punir amanhã!", o objetivo é combater ao crime de maus-tratos, educando as crianças desde já a respeitarem os animais. Agora o PL irá para sanção do governador.

Confira abaixo o post na íntegra:

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com