Delegado arromba portão para resgatar cão acorrentado sem água e alimento

Por
em Notícias

A Lei Sansão, que prevê prisão e multa para quem maltrata os animais, infelizmente, tem muito ainda para ser aplicada. No dia 5 deste mês, o delegado Matheus Laiola participou do resgate de um cão que vivia em condições de precariedade em Curitiba, Paraná.

A ação, compartilha nas redes sociais de Laiola, envolvia um cão que vivia sozinho, acorrentado, exposto ao tempo, sem nenhuma proteção, sem acesso à água e comida em um local que funcionava como uma garagem de ônibus.

Além da equipe policial, participaram da ação representantes do abrigo S.O.S 4 Patas Campo Largo Paraná. O cão, instintivamente, sabia que a equipe estava ali para resgatá-lo, pois a sua primeira reação foi pular eufórico em Laiola. Extremamente dócil, o cão, que parece ser um pit bull, passa a maior parte do tempo pedindo carinho com a barriga para cima. Como alguém tem coragem de deixá-lo naquelas condições?

A investigação contou, ainda, com vídeos que mostram uma criança atirando pedras no cão. Segundo o delegado, havia adultos no momento da agressão, mas ninguém interveio.

“Não vamos divulgar esses vídeos, pois não podemos (por força da lei - que veda a divulgação de criança)”, declarou Laiola na publicação.

Depois de resgatado, a equipe afirmou que o cão seria levado para o centro de atendimento de animais, Casa do Produtor, para receber consulta, vacina, castração e, posteriormente, ser adotado. Confira o resgate:

Felizmente ele está livre dos maus-tratos e esperamos que, em breve, ele também encontre um lar para protegê-lo e amá-lo incondicionalmente!

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com