Gato facilita trabalho de bombeiros ao descer escada após ficar preso em árvore

Por
em Gatos

Em Londres, na Inglaterra, um gato ficou preso no topo de uma árvore, em uma altura de mais de sete metros. Um abrigo local acionou o Corpo de Bombeiros para resgatá-lo no início do mês de março. Não é nenhuma novidade que os gatos são autossuficientes, mas nesse caso esse felino provou isso ao se resgatar por conta própria.

Chegando lá, os bombeiros posicionaram a escada, mas ao invés de subirem, foram recomendados pelo seu inspetor a recuarem pois o gato desceria sozinho. Mesmo contrariados, os bombeiros acataram e testemunharam o gato se salvando por conta própria. Eu falei que eles são autossuficientes!

Obviamente, os bombeiros permaneceram atentos a cada degrau que o felino pisava, mas ao se certificarem que ele não corria risco, eles o deixaram seguir o seu caminho. A cena, no fim das contas, foi hilária e surpreendeu até mesmo os bombeiros mais experientes.

“Não dava para acreditar, estou trabalhando com isso há mais de 25 anos e nunca vi um gato fazer isso antes. O pobrezinho parecia estar ali há mais de 48 horas, mas parecia bem quando desceu, apenas correu embora sem nem agradecer”, disse o bombeiro ao London Fire Brigade.

Depois de dois dias preso na árvore, o felino ‘foi resgatado’ em segurança e não apresentava nenhum ferimento. Embora os bombeiros haviam se preparado para salvá-lo, acabaram servindo de plateia para o felino! Está valendo, né?

Confira o vídeo:

O perfil da London Fire Brigade (Brigada de Incêndio de Londres, em tradução livre) compartilhou o vídeo no Twitter, no dia 07/03, ironizando a situação. “Desça! Este gato legal salvou as pernas dos bombeiros descendo a escada por conta própria”, escreveram na legenda da publicação.

Ensinando o seu gato a descer de uma árvore

Os felinos, como acabamos de ver, adoram subir em árvores e lugares altos. Embora os donos não possam impedi-los, há formas de ensinar o seu gatinho a descer, caso ele suba e não haja ninguém por perto para ajudá-lo. O médico veterinário e especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, ensina como.

Confira a explicação no vídeo:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com