Tutora leva sua filhote golden retriever para visitar e alegrar cerca de 30 idosos em asilo

Por
em Cães

Além de encher o coração da dona de amor, a filhotinha de golden retriever, Gracie, de apenas três meses, tem ajudado a deixar a vida de cerca de 30 idosos mais felizes.

A filhote passou a acompanhar a dona Pam Stewart no asilo Good Samaritan Society (Sociedade do Bom Samaritano, em português), localizado em Sioux Falls, Dakota do Sul, Estados Unidos, onde ela trabalha como gerente de serviços sociais.

Em tempos de quarentena, a presença canina no asilo tem sido de extrema importância para levar alegria e leveza a todos os residentes. Apesar da pouca idade, a jovem Gracie agora faz oficialmente parte da equipe do asilo - para a alegria de todos.

De acordo com a ABC News, a novidade foi anunciada nas redes sociais da instituição no dia 14 de março e elogiada pelos internautas.

“Nós vimos muitas mudanças desde que ela chegou. Nós vimos muitos sorrisos, abraços. Está dando a eles muito o que falar em comparação com o que eles viram no mundo”, contou Pam ao Good Morning America.

Com beijos, abraços e um colinho, Gracie vai espalhando o seu amor quarto a quarto, paciente por paciente, coração a coração. O passeio, por mais inofensivo que seja, conta com a supervisão de um funcionário, que acompanha Gracie em todas as visitas.

O papel desempenhado por Gracie tem sido fundamental, especialmente por conta do confinamento social que impede que os idosos possam receber visitas dos seus familiares. Todos esperam ansiosamente pelo fim definitivo da quarentena, mas enquanto isso não acontece, Gracie segue espalhando amor pelos corredores do asilo.

Cães proporcionam bem-estar aos idosos

No Brasil, os cães também têm feito a sua parte ao levar alegria aos residentes do asilo Casa Ondina Lobo, em São Paulo.

Confira a reportagem abaixo produzida pelo Estadão:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com