Conheça Gabriel, o porco resgatado por protetor independente para não ser consumido

Por
em Notícias

Com apenas nove anos, Marcelo da Silva Vieira, atualmente com 28 anos, começou uma jornada que designaria a sua vida a resgatar, cuidar e recolocar centenas de animais abandonados em novos lares.

Porcos, galinha, cães, gatos, aves são algumas das espécies que já passaram e estão sob os cuidados do protetor, residente em Mairiporã, São Paulo. Em entrevista ao Amo Meu Pet, Marcelinho contou como foi a sua relação e a história do porco Gabriel.

No momento, pelo menos, 200 animais vivem no sítio, que além de ser moradia de Marcelinho, é o lar de animais com históricos de crueldade, abandono e maus-tratos. Evitando que esse fosse o destino do porco Gabriel, de sete anos, que chegou aos seus cuidados ainda filhote, Marcelinho acolheu o porco com o objetivo de tratá-lo e encaminhá-lo para um lar que o amasse e que não tivesse como fim o consumo de sua carne.

“O Gabriel, como qualquer outro animal daqui, chegou bastante debilitado aos três meses de idade. Eu não entendia nada de porco, mas ajudei. Algum tempo depois, o então dono do Gabriel pretendia vendê-lo para alguém que, provavelmente, o usaria para fins alimentícios”, contou Marcelinho.

Dessa maneira, Gabriel permaneceu sob os seus cuidados. Como não encontrou nenhum respectivo adotante com o perfil que procurava, vegano ou vegetariano, Marcelinho optou por permanecer cuidando do porquinho, que chegou a pesar 600 kg na fase adulta.

“As pessoas não têm essa noção, mas todos os animais que convivem com humanos, que recebem carinho, são aptos a aprender, assim como um gato, um cachorro”, afirmou.

Vídeo viral

No dia 30 de janeiro, Marcelinho compartilhou um vídeo em suas redes sociais do Gabriel tomando banho. A cena, tão natural para eles, chamou a atenção de milhares de pessoas que se divertiram com o dócil e inusitado animal doméstico.

Confira:

O vídeo, visto mais de 6 milhões de vezes, acumulou milhares de curtidas e comentários. Um pet diferente, mas muito amado!

Irmãs porquinhas

Gabriel não foi o único porco que foi resgatado por Marcelinho. Além dele, as irmãs Mila e Tifanny, nascidas em setembro de 2017, vivem no abrigo desde que tinham quatro dias de vida.

“Elas são super carinhosas. A Tiffany é super inteligente, ela não pode ouvir ‘bom dia’ que ela responde, abre a boquinha, fica respondendo. Eles (os porcos) são super inteligentes”, afirma.

Confira alguns vídeos das manas Mila e Tifanny:

Tifanny tomando banho:

As duas tirando uma soneca:

Morte

Apesar de todo amor e cuidado que recebeu, Gabriel acabou morrendo repentinamente, há algumas semanas. O protetor ainda não sabe o que motivou a sua morte e espera o resultado da autópsia para descobrir a causa.

“Foi um grande choque para mim, eu fiquei muito mal. Eu tinha um carinho absurdo por aquele porco, ele estava bem, mas como moramos em uma área arborizada acredito que ele possa ter sido picado por uma cobra ou algum bicho venenoso. Contatei uma especialista em cuidados veterinários de porcos, mas estamos esperando a autópsia para saber”, revelou.

Dificuldades durante a pandemia

Apesar de todos os esforços e alegrias em poder salvar a vida dos animais, o protetor encontra muitos desafios, sobretudo durante a pandemia.

Para ajudar os animais do abrigo, siga o Marcelinho no Instagram, Facebook e fique por dentro de todos os casos de resgate feitos por ele.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com