Gata é roubada por entregadora de aplicativo e gera revolta em vizinhança

Por
em Notícias

Na última terça-feira, 15, Patrick Lewis que reside em Studio City, Califórnia, Estados Unidos, teve seu coração partido. Uma motorista da UberEats - plataforma de entrega de refeições e alimentos online - roubou sua gatinha Hog, de 18 anos.

A gatinha foi resgatada por Patrick das ruas de Brooklyn, Nova York (EUA), há 18 anos. E desde que se mudou com ele, é muito amada e paparicada pela vizinhança e as crianças adoram retratar a gatinha em desenhos, chegam até mesmo a fazer roupinhas para a felina.

Infelizmente há pessoas que têm o prazer em fazer o mal, contudo ainda há seres ocasionados a fazer o bem. No caso de Patrick, a maldade prevaleceu. O homem sentiu falta da sua gatinha idosa e começou a perguntar para os vizinhos se alguém havia visto ela.

Um dos vizinhos comunicou que havia visto uma mulher desconhecida com ela nos braços, outro informou que tinha câmeras de segurança que continham a filmagem do ato e um terceiro identificou a mulher do vídeo como a pessoa que entregou a comida que pediu e ainda tinha um recibo com o primeiro nome da motorista.

"Na verdade, só assisti uma vez. Não consegui mais", disse Lewis sobre o clipe. "Para mim, é de partir o coração ver. Essa é a minha garotinha sendo sequestrada basicamente. Isso é o que parecia para mim", disse Patrick ao CBSLA.

No vídeo é possível ver a mulher pegando a gatinha, jogando-a no carro, e depois fazendo a entrega da encomenda, naturalmente. O inacreditável é que a peludinha tem coleira, podendo-se deduzir que não é de rua. Que tristeza!

O homem munido com as gravações e o recibo, entrou em contato com a empresa pedindo providências. E afirmou que não está bravo com a motorista e que não queria problemas para a mesma. Ele só pede a Hog de volta.

“Nós só queremos nossa gata de volta. É tudo o que queremos com isso”, disse ele.

Em nota, a empresa comunicou que entraram em contato com a motorista e estão fazendo todo o possível para que a questão seja resolvida.

"O que os clientes relataram é inaceitável. Estamos trabalhando para que o gato seja devolvido, estamos prontos para ajudar na investigação policial e tomaremos as medidas cabíveis contra a entregadora”, comunicado da empresa.

Confira o momento:

Patrick, muito entristecido, diz que a gatinha o tornou pai pela primeira vez e que não deseja comemorar esse ano a data do 'Dia dos Pais' longe da sua filha felina. Nós torcemos para que a família encontre logo a amada Hog.

Vídeo: Filhotes brigam mas mãe cadela sabe como pará-los

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo