Cachorra rejeitada por antigo dono por não ter uma das patas é acolhida por Luisa Mell

Por
em Cães

No último sábado, 19, Luisa Mell, publicou em seu perfil do Instagram o triste relato de abandono da cachorrinha Caramela. E encarecidamente incentiva que algum dos seus seguidores se proponha a adotá-la.

A rejeição é um sentimento íntimo da pessoa, podendo ser pela cor, classe, aparência e entre outras coisas. E por sua vez, ser rejeitado, não significa que a pessoa é ruim ou tem menos valor. A rejeição pode ser a oportunidade de se reinventar e traçar uma nova rota para a vida.

A cachorrinha Caramela foi rejeitada pelo seu antigo dono por conta da condição física que teria, a pequena precisaria amputar uma das patas traseiras. E em duras palavras o ex dono afirmou: "Mas eu não quero uma cachorra sem pata…".

Por sorte, o Instituto Luisa Mell, de braços abertos aceitou a pequena. E o amor que seu antigo tutor não lhe ofereceu, tem recebido em dobro dos voluntários da ONG. Porém a dor da rejeição, ficou estampada na carinha da canina.

"No seu olhar podemos ver a tristeza de quem foi abandonada e a esperança de quem ainda acredita no amor", escreveu Luisa.

Caramela foi rejeitada por um, contudo não significa que será negada por todos. Agora, a peludinha tem a chance de dar a volta por cima e encontrar um lar que verdadeiramente a aceite do jeitinho que é.

"Apesar de ver tanta tristeza, eu sempre acredito em finais felizes", afirmou.

No final da publicação. a ativista, esperançosa, acredita que a publicação alcançará uma pessoa de bom coração que a adotará.

"Espero um anjo veja este post e nos escreva para adotar nossa Caramela".

E nós torcemos e vibramos para que não se demore para a realização dessa adoção. E se você, que reside na região de São Paulo e se interessou pela Caramela pode entrar em contato com o Instituto no queroadotar@ilm.org.br e demonstrar interesse pela adoção.

Vídeo: Filhotes brigam mas mãe cadela sabe como pará-los

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo