Dia do Médico Veterinário: Conheça a história da dra. Dayse e como está Quindim hoje

Por
em Notícias

No dia 9 de setembro é comemorado o dia do Médico Veterinário, isso porque nesta mesma data no ano de 1933, foi assinado pelo então presidente Getúlio Vargas o decreto que regularizou a profissão e o ensino da medicina veterinária no país.

E nós, do Amo Meu Pet, não poderíamos deixar de homenagear esses profissionais que dedicam as suas vidas a cuidar dos animais, se atualizando constantemente para atuar de forma multidisciplinar, visando à saúde animal e também a humana.

Dentre tantos profissionais, no início de março a doutora Dayse Silva, que atua na clínica Vet Vip, localizada em Juazeiro do Norte, no Ceará, ganhou notoriedade ao tratar com muito carinho o Quindim, um cachorrinho que entrou no seu estabelecimento para pedir ajuda. Relembre clicando aqui.

Em entrevista ao Amo Meu Pet, a médica nos contou um pouquinho da sua história e como está o nosso querido vira-latinha, que ganhou fama nacional.

Tudo começou aos seis anos de idade, quando a dra. falava para sua mãe que queria ser 'médica de bicho'. E, como sabemos, na infância não é difícil tornar um sonho realidade, basta ter imaginação e fazer do seu quarto o seu refúgio para as mais diversas aventuras e desejos.

Contudo, o tempo passou e as brincadeiras do 'faz de conta' não estavam sendo mais o suficiente. O desejo de ajudar os animais estava latente em seu peito.

Aos 16 anos, com muito esforço passou no curso de medicina veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), dando início a realização do seu sonho.

Foram anos de muito estudo e dedicação até que finalmente conquistou o seu diploma, dando-lhe condições de ajudar os animais.

E assim se tornou uma profissional realizada, sempre disposta a ajudar qualquer serzinho que batesse em sua porta, literalmente.

Então, certo dia, apareceu na sua clínica um vira-latinha pedindo ajuda, e ela grata, sem pensar duas vezes, o atendeu, tratou, curou e encontrou um lar cheio de amor para o peludinho

"No momento que o vi, o sentimento foi automático de poder ajudá-lo, como vários que passam na clínica que os ajudo prontamente".

Graças a sua bondade, Quindim está completamente recuperado, vivendo com o melhor que poderia ter, em um local amplo e com muitos irmãos para brincar. Um final feliz!

A médica, orgulhosa da sua profissão, não poderia deixar de incentivar àqueles que possuem o mesmo desejo de ajudar os animais.

"O sentimento que todo veterinário precisa ter é amor. O conselho que daria ao estudante de veterinária é que acredite que o desejo que você tem de ajudar os animais será sempre recompensado, toda dificuldade valerá a pena".

E depois desse depoimento, só podemos agradecer a esses profissionais que estão sempre dispostos a estender a mão para ajudar uma patinha. Obrigada!

Veja também este vídeo:

6 gatos que VIRALIZARAM por suas manias peculiares

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo