Estudo revela que gatos respondem ao som de seus próprios nomes

Isso não deve ser surpresa para a maioria dos donos de gatos, certo?

Um novo estudo sugere que gatos domésticos podem responder ao som de seus próprios nomes.

Nenhuma surpresa para você ou para a maioria dos donos de gatos, certo? Mas cientistas japoneses disseram na quinta-feira que eles forneceram a primeira evidência experimental de que gatos podem distinguir entre palavras que as pessoas dizem.

Atsuko Saito, da Universidade Sophia, em Tóquio, diz que não há provas de que os gatos atribuam significado às nossas palavras, nem mesmo os seus nomes. Em vez disso, eles aprenderam que quando ouvem seus nomes, muitas vezes recebem recompensas como comida ou diversão, ou algo ruim como uma visita ao veterinário. E eles ouvem muito seus nomes. Então o som disso se torna especial, mesmo que eles não entendam realmente, se refere à sua identidade.

Saito e seus colegas descrevem os resultados de suas pesquisas na revista Scientific Reports. Em quatro experimentos com 16 a 34 animais, cada gato ouviu uma gravação da voz de seu dono, ou da voz de outra pessoa, que lentamente recitou uma lista de quatro substantivos ou outros nomes de gatos, seguidos pelo nome do próprio gato.

Muitos gatos inicialmente reagiram - como movendo a cabeça, orelhas ou cauda - mas gradualmente perderam o interesse quando as palavras foram lidas. A questão crucial era se eles respondiam mais ao seu nome.

Com certeza, em média, esses gatos se animaram quando ouviram seu próprio nome.

Kristyn Vitale, que estuda o comportamento de gatos e o vínculo gato-humano na Universidade do Estado de Oregon, em Corvallis, mas não participou do novo trabalho, disse que os resultados "fazem todo sentido para mim".

Vitale, que disse ter treinado gatos para responder a comandos verbais, concordou que os novos resultados não significam que os gatos atribuam um senso de identidade aos seus nomes. É mais como ser treinado para reconhecer um som, ela disse.

Monique Udell, que também estuda o comportamento animal no estado de Oregon, disse que o estudo mostra que "os gatos estão prestando atenção em você, o que você diz e o que você faz, e eles estão aprendendo com isso".

Fonte: Today.com

Nathália Sant'Ana

23 anos redatora freelance. Premiada em 2015 na faculdade com o melhor planejamento de mídia e 2016 com o melhor TCC da sala, os projetos de redação vieram com o tempo. Passou pelos site "Bolsa de Viagem", "Transportal Turismo", "Portal Marketing" entre outros sendo redatora web. Amante de filmes e séries, feminista e militante,  escuta um bom rock clássico nas horas vagas enquanto escreve crônicas e textos para o blog "Entre Linhas". A procura do sucesso!

Comentários