Mulher adota cachorro e não imaginava que pet entraria para o Guinness Book

Por
em Notícias

Gisela era voluntária do abrigo de animais Peggy Adams Animal Rescue, localizado na Flórida, Estados Unidos, e durante o tempo que colaborou com a instituição, conheceu um filhotinho de cachorro que conquistou o seu coração.

Encantada com a sua fofurice, decidiu adotar o pequeno Chihuahua, mas o que ela não imaginava era que anos depois esse peludinho entraria para o Guinness World Records.

O pequenino se chama TobyKeith e nasceu no dia 9 de janeiro de 2001, isso significa que atualmente ele têm 21 aninhos.

E esses anos dourados deram-lhe o título do cão vivo mais velho do mundo! Incrível, né?!

Segundo o Wamiz, o Guinness World Records verificou e confirmou o título de TobyKeith no dia 16 de março, quando o cão tinha 21 anos e 66 dias.

O espanto se dá porque segundo o American Kennel Clube, um cão de raça pequena como o Chihuahua vive em torno de 15 a 17 anos, e Toby superou as expectativas.

Mas essa conquista só foi possível devido todo o amor, carinho e cuidado que Gisele oferece ao idosinho.

Sua dieta é baseada em vegetais, arroz e frango e sem guloseimas açucaradas, assim como realiza suas caminhadas diárias. Rotina essa que o mantém saudável.

Confira:

Toby é o cão mais velho vivo, mas o recorde de cão mais velho do mundo vai para Bluey que nasceu em 1910 e trabalhou como cão pastor por quase 20 anos. Ele morreu em 14 de novembro de 1939, aos 29 anos e cinco meses, segundo o Guinness World Records.

Assista também:

Cachorro solitário olha fixo para o mar e o motivo é revelado