Cadela que salvou dona de ataque de puma durante trilha segue em recuperação

Por
em Notícias

Erin Wilson, de 24 anos, é uma jovem alpinista que adora se aventurar ao lado da sua cadela chamada Eva, da raça pastor belga. Só que durante um trekking (trilha) o pior quase aconteceu, se não fosse pela corajosa cachorra.

Na última segunda-feira, 16, a dupla caminhava na área rural de Trinity River, no norte da Califórnia, Estados Unidos, quando de repente um leão da montanha, também conhecido como puma, as atacou.

A jovem contou ao Sacramento Bee, que quando foi confrontada pelo feroz animal, Eva, de 2 anos e meio, estava a alguns metros à sua frente, sem coleira, e a caminhonete ainda estava à vista, na rodovia.

Durante o ataque, o felino golpeou o seu ombro esquerdo e a arranhou através da jaqueta. Foi quando gritou por Eva, pedindo socorro e cadelinha veio correndo para ajudá-la.

"Ela bateu muito forte na puma. Elas brigaram por alguns segundos, e então eu a ouvi começar a chorar", contou Erin.

Durante a briga, o puma afundou suas presas na cabeça da cachorra, e na tentativa de afastá-lo, Erin o golpeava com seus punhos, pedras, paus e o que mais pudesse encontrar. Ela até tentou arrancar seus olhos.

Buscando uma alternativa de afastá-lo, a jovem correu até o seu carro para pegar uma chave de roda para bater no animal e aproveitou para sinalizar para uma motorista, Sharon Houston.

"Ela estava muito determinada a impedir que este leão da montanha atacasse seu cachorro", disse Sharon ao Redheaded Blackbelt.

Determinada, Erin deu mais um golpe no animal que finalmente soltou Eva, porém mirou nas duas mulheres e mostrou os dentes.

"Eu abri meu spray de pimenta e apenas lavei seu rosto", disse Houston, a motorista.

Depois dos spray, o puma fugiu.

Foi uma viagem tensa até a clínica veterinária que ficava a cerca de uma hora de distância, Eva começou a ter convulsões no meio do caminho.

"Eu não achava que ela conseguiria toda vez que começasse", disse Erin.

A cachorra sofreu duas fraturas no crânio, uma cavidade craniana perfurada e um inchaço ao redor do olho esquerdo, que bloqueia sua visão.

"Ela ainda não está fora de perigo, ela está fortemente sedada até que possamos ter certeza de que a pressão em sua cabeça foi reduzida", disse Wilson. "O veterinário está otimista."

O capitão Patrick Foy, do Departamento de Pesca e Vida Selvagem da Califórnia, afirmou que Eva salvou a vida da sua tutora. E Erin não poderia estar mais agradecida:

"Eu sempre serei capaz de viver de acordo com o quão incrível e leal ela é para mim".

Torcendo para que Eva se recupere logo, e que viva dias tranquilos e felizes ao lado da sua dona.

Você também vai gostar deste vídeo:

O caso do caramelo guia turístico e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet