Cachorrinha deixada acorrentada em terreno é salva após 2 meses presa

"Quando ela me viu, ela correu e eu pude perceber toda a sua tensão e alegria".

A cachorra nunca teria sido capaz de se libertar. Uma corrente de metal pesada estava trancada em volta do seu pescoço, e a outra extremidade estava presa a uma viga. Mas a cachorra ainda tentara fugir - ela torcera e virara tantas vezes, os elos da corrente haviam se enrolado até a corrente ter metade do tamanho original.

No final de abril de 2018, Carol Conradie, voluntária do Tin Can Town, um grupo de resgate de animais na África do Sul, entregava alimentos para cães a pessoas em Blikkiesdorp, Cidade do Cabo, quando alguém a alertou sobre o cachorro acorrentado. Conradie foi imediatamente ajudar.

Quando Conradie falou com os vizinhos, ela descobriu que o dono da cachorrinha havia fugido de Blikkiesdorp há dois meses, quando membros de gangues ameaçaram matá-lo. O dono acorrentou a cadela e a deixou para trás, talvez com a intenção de voltar. Mas ele nunca o fez, embora isso possa não ser culpa sua.

Os vizinhos haviam feito o possível para cuidá-la, empurrando tigelas de comida e água pela abertura estreita até onde ela estava - mas não conseguiam tirar a corrente.

Quando Conradie olhou pela abertura, ela viu a cadela tremendo em um canto.

"Uma vez que eu estava dentro, ela percebeu que eu não ia machucá-la ... e ela se acalmou muito rapidamente", disse Conradie.
“No começo, sentei-me um pouco longe dela, mas ela chegou cada vez mais perto e me deixou acariciar a cabeça e as orelhas.”

A felicidade da cachorrinha ao ser libertada foi muito emocionante. Ela não sabia como agradecer, então seu rabinho estava muito inquieto.

Conradie e os outros voluntários do Tin Can Town levaram Chantel ao veterinário para um check-up e fizeram com que ela fosse vacinada. Apesar de ter sido uma experiência horrível para o cão ser acorrentado por tanto tempo, Chantel estava em boa saúde.

Quando Chantel deixou o veterinário, encontrou uma casa - os vizinhos que a tinham alimentado pediram para adotá-la. Eles já tinham outros dois cães, que pareciam bem alimentados e bem cuidados, e prometeram cuidar de Chantel da mesma maneira.

Fonte: The Dodo, traduzido e adaptado por Amo Meu Pet.

Comentários