Pitbull que vivia em abrigo arrumava a sua cama antes do horário das visitas para ser notado

O cão que há muito vivia no local e não era adotado, resolveu criar uma alternativa para chamar atenção dos voluntários e, deu certo!
S M Condições de Stray Animals de Ohio
S M Condições de Stray Animals de Ohio

O pitbull Rush, apesar de ter vivido a maior parte da sua vida nas ruas e não ter conhecido um lar, hoje ele vive em um abrigo de Ohio (EUA) e ganhando muito amor, a espera por uma família.

Apesar de ser um cão manso e amoroso, muitos possíveis adotantes desistiram ao descobrir a raça de Rush... quanto preconceito!

S M Condições de Stray Animals de Ohio
S M Condições de Stray Animals de Ohio

Mas o cão nunca perdeu a esperança de ser adotado e resolveu criar um hábito que pudesse chamar a atenção e criar a possibilidade de ser adotado: a de arrumar a sua cama, antes do horário de visitas.

Gente, como que pode? Que amado! Os voluntários do abrigo registraram a cena e o que mais chama atenção é que Rush mantêm a organização todos os dias.

Comovidos com o desespero em parecer um bom garoto, os voluntários compartilharam o vídeo no Facebook para que todos pudessem ver a bondade e o empenho de Rush.

O que aconteceu? Rapidamente uma família foi até o abrigo para conhecer e adotar Rush! Não é para menos, quem seria capaz de ignorá-lo após esse vídeo:

S M Condições de Stray Animals de Ohio
S M Condições de Stray Animals de Ohio

Impossível, né! Amado... que bom que Rush finalmente encontrou um lar para chamar de seu!

Compartilhe esse post com seus amigos!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários