Ovelha pensa que é um cachorro e passa a viver ao lado deles em fazenda

No Reino Unido, uma simpática ovelhinha acredita piamente que faz parte de uma matilha de cães domésticos.

Desde o ano passado, Chopsy vive em uma fazenda com seus tutores e 11 cães de diferentes raças que convivem harmoniosamente.

Foto: Mercury Press / Reprodução
Foto: Mercury Press / Reprodução

Segundo sua dona, a fazendeira Siobhan Chierrel O'Kelly, 28 anos, um funcionário de sua propriedade a comprou para ser um animal de pasto. Entretanto, o contato sempre próximo da ovelha com os cachorros acabou forjando um forte laço de amizade e companheirismo entre eles.

Foto: Mercury Press / Reprodução
Foto: Mercury Press / Reprodução

Hoje, Chopsy anda somente com os cães, ignorando as outras ovelhas da propriedade. “Acho que ela adquiriu uma alma canina”, brinca O'Kelly.

“Se pudesse, ela latia como os cachorros. Às vezes, quando as pessoas passam por nós, nem percebem que ela é uma ovelha em meio à matilha. Quando percebem, ficam chocadas… ‘Como isso é possível?’”, brinca a fazendeira.

Foto: Mercury Press / Reprodução
Foto: Mercury Press / Reprodução

"Tentei colocá-la de volta com sua família, mas ela tinha medo de ovelhas e voltou correndo", complementou.

Apesar da situação inusitada, Chopsy é feliz ao lado de seus amigos caninos e sua dona não vê problemas nisso. “Não pretendo forçá-la a se socializar com as outras ovelhas”, diz O’Kelly.

Foto: Mercury Press / Reprodução
Foto: Mercury Press / Reprodução

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários