Filhote de pit bull desnutrida que foi confundida com rato, é adotada e tem vida transformada

O casal a encontrou espremida na cerca do seu pátio e não acreditou na situação que a filhote se encontrava.

Imagina só, você encontrar um cão tão pequeno e desnutrido a ponto de confundi-lo com um rato.

Foi o que aconteceu com o casal Alicia e Tre, de Annapolis, Maryland, nos EUA, que encontrou uma pequena filhote de pit bull espremida na cerca do seu quintal e pensou que fosse um rato. “Ela estava tão pequena e desnutrida que nosso primeiro pensamento foi que um rato grande havia ficado preso na cerca”, comentou Alicia.

Foto: Reprodução Youtube / The Dodo
Foto: Reprodução Youtube / The Dodo

Ao verificar de perto, o casal ficou espantado com as condições que a pequena se encontrava, então a resgataram imediatamente e a levaram ao veterinário. Se a filhote não recebesse ajuda logo, ela com certeza não teria resistido. Por ter uma barriga enorme e redonda, Tre riu e disse que o cachorrinho deformado parecia mais uma abóbora e esse se tornou o seu nome. Junto da outra cadela do casal, Laila, Abóbora chegou para completar a família.

Foto: Reprodução Youtube / The Dodo
Foto: Reprodução Youtube / The Dodo

Abóbora passou a fazer uma dieta hipercalórica e com antibióticos para tratar alguns probleminhas de saúde que ela tinha. Felizmente, a pequena conseguiu fortalecer rapidamente a sua saúde e, tão rápido quanto, demonstrou a sua personalidade incrível e amável.

Foto: Reprodução Youtube / The Dodo
Foto: Reprodução Youtube / The Dodo

A antes pequena Abóbora, agora amadureceu e se tornou uma cadela saudável, apesar de ter um porte menor do que outros pit bulls da sua idade, provavelmente por conta da desnutrição que ela teve ainda filhote, mas isso não interfere em nada em sua vida atualmente, até porque o mais importante ela tem, que é o amor da sua família.

Foto: Reprodução Youtube / The Dodo
Foto: Reprodução Youtube / The Dodo

Conheça essa fofurinha:

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários