Vereadores de São Caetano (SP) estudam transformar causa animal em disciplina nas escolas

em Notícias

A Câmara de São Caetano (SP) estuda incluir diretrizes do Direito, Proteção e Bem-Estar Animal nas disciplinas das instituições de ensino das escolas municipais.A causa animal poderia virar uma disciplina ou matéria para crianças e adolescentes de até 14 anos da cidade de 160 mil habitantes.

O projeto de lei do vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PL) tem recebido elogios de ativistas e integrantes da comunidade que promove o bem-estar animal.

Segundo o vereador, “o conteúdo deverá ser aplicado como tema transversal, o que significa a possibilidade de que as matérias relacionadas à causa animal poderão ser incluídas nas diversas disciplinas, conforme o conteúdo proposto pelos professores a ser estudado pelos alunos”.

O PL também pressupõe que “caberá à Secretaria Municipal de Educação a definição da metodologia de introdução do tema na grade curricular”. O prefeito e seus secretários poderão firmar convênios com cursos de direito e medicina veterinária, bem como entidades não governamentais de proteção animal, para auxiliarem na capacitação dos educadores, professores e servidores da rede de ensino.

“Considerando que as crianças de hoje são os adultos de amanhã, nada mais prudente e efetivo que educar para um futuro melhor e mais consciente no que se refere aos direitos dos animais”, disse Figueiredo.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.