Voluntário se emociona ao rever gata que resgatou em mata de São Paulo: "Me arrepiei quando a vi"

em Notícias
O voluntário que a socorreu ainda filhote e depois a disponibilizou para adoção quase não a reconheceu.

Nada pode ser mais transformador que o amor. E o caso dessa gata que foi resgatada ainda filhote em péssimas condições de vida, comprova isso.

O voluntário Mauro Claro de Oliveira foi o responsável por encontrar e resgatar a gata que estava abandonada junto da sua irmã em uma área de mata de Guarujá, São Paulo, em 2018.

Mauro passava pela região quando avistou as duas gatas abandonadas e bastante machucadas, sem hesitar as acolheu. Após o resgate, o voluntário as levou para a sua casa para alimentá-las, dar banho e em seguida levá-las ao veterinário.

Após um período em que as gatas puderam se recuperar e se recompor, elas foram adotadas e a transformação desde quando foram resgatadas até o momento atual, é emocionante. Uma delas foi adotada por uma amiga de Mauro, que compartilhou a evolução da hoje chamada Luna.

“Falei que era uma gata linda e ela me disse que era a Luna, que eu tinha resgatado. Fiquei surpreso, dei os parabéns por cuidar muito bem dela. Hoje eu sei que foi Deus que fez eu passar naquela rua, porque se eu não tivesse passado, ela e a irmã iriam morrer. Até me arrepiei quando vi, é muito bom ver uma coisa que você cuidou e depois ver o resultado”, finaliza.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com