Cão dogue alemão se encanta com burros recém chegados na fazenda e logo se tornam grandes amigos

Ver animais maiores que ele foi uma novidade para o dogue alemão, logo, ele quis se aproximar desses amigos ‘à altura’.

Os animais são ótimos em acolher e criar vínculos uns com os outros, independente da espécie eles estão sempre prontos para 'estender suas patas'.

A amizade entre o dogue alemão Olaf e um grupo de burros certamente vai tirar alguns sorrisos do seu rosto. Olaf, de três anos, vive em uma fazenda de Cornualha, Inglaterra, com os seus donos Hillary Hogg e Chris, e outros animais, além dos novos moradores, os burros.

Foto: Reprodução / Caters News Agency
Foto: Reprodução / Caters News Agency

Olaf, que é um cachorro de porte grande, sempre foi acostumado a brincar com animais menores que ele, então conhecer animais do seu tamanho e até maiores, foi uma verdadeira surpresa. A aproximação foi muito positiva, pois Olaf sentiu que finalmente tinha encontrado amigos à altura, literalmente.

“Ele sai de manhã comigo para retirar os burros e dizer olá a todos eles, ele traz seus brinquedos e os coloca ao lado deles para tentar brincar - o que eles ainda não fizeram. Mas Olaf está esperançoso que isso aconteça em breve”, conta Hillary.

Foto: Reprodução / Caters News Agency
Foto: Reprodução / Caters News Agency

Os amigos adoram passar momentos juntos, brincando e relaxando ao sol. Segundo a dona, embora eles tenham muita curiosidade um pelo outro, o carinho entre os animais é mútuo.

“O rebanho o aceitou no grupo”, diz Hilary. “Eles gostam de estar perto dele e não se preocupam ou o expulsam.”

Foto: Reprodução / Caters News Agency
Foto: Reprodução / Caters News Agency

Embora se deem muito bem, Olaf fica com ciúmes quando vê os seus donos abraçando ou bajulando os burros. ‘Amigos, amigos, carinho dos donos à parte’.

Foto: Reprodução / Caters News Agency
Foto: Reprodução / Caters News Agency

Que amizade incrível, né? Eles devem se divertir muito juntos!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários