Menina chinesa de 4 anos encontra filhote de cachorro à caminho da escola e o esconde em mochila

Por
em Notícias
A sensibilidade dessa criança em acolher e proteger o cachorrinho abandonado comoveu a todos, inclusive os seus pais que permitiram que ela o adotasse!

Prontos para se emocionarem? A pureza das crianças é provavelmente a salvação desse mundo, mas a inocência desta menininha, de quatro anos, é uma das coisas mais doce que eu já vi.

A garotinha, que vive em Sichuan, China, teve uma atitude inesperada, mas que pôde ensinar os adultos em sua volta em como se portar em relação aos filhotes abandonados.

A caminho da escola, a pequena encontrou um filhote de cachorro sozinho e, sem dúvidas, ela sabia que a coisa certa a se fazer era colocá-lo em sua mochila e levá-lo para a aula. Mesmo tão novinha, ela sabia que ele era um bebê, precisava ser cuidado e não poderia ser deixado sozinho na rua.

Mas para o seu desespero, a sua boa intenção foi descoberta pela professora que abriu a mochila e encontrou o filhotinho lá dormindo. Preocupada, a menina começou a chorar desesperadamente por pensar que o seu indefeso filhote seria retirado dela e, com os olhos cheios de lágrimas, ela disse: “ele não vai machucar as pessoas”. Ai,gente... caiu um cisco aqui no meu olho!

Ela não poderia suportar que ele fosse retirado dela, mas ao contrário do que pensou, ele não seria. A professora ligou para os pais contando sobre o ocorrido e, felizmente, eles permitiram que ela o levasse para casa. A doce garotinha trocou as lágrimas por um lindo sorriso e agora pode proteger de perto o seu filhotinho. Que história linda!

Veja o vídeo:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com