Cão de terapia visita asilo e ajuda moradores a rememorar momentos em que tiveram animais de estimação

Por
em Notícias

A presença de um animal é capaz de transformar qualquer ambiente com a sua energia visceral e envolvente. Em ambientes como asilos, que acabam tendo uma rotina monótona, a visita de um cão terapia tem o poder de modificar a energia do local, e é exatamente isso que o cão Dodger, tem feito.

Segundo o site britânico Metro, há dois anos o cão da raça staffordshire bull terrier, tem visitado um asilo de Londres, Inglaterra. A dona, Karen Gee, trabalhou por 34 anos em uma instituição financeira, mas trocou sua vida bancária para dedicar a sua vida para escrever livros educacionais sobre Dodger em 2013 e promover visitas em asilos.

Construir um contato afetivo com os pacientes do local é tão natural para Dodger e ele adora visitar os idosos, além disso, ele é muito mimado por lá. O entusiasmo é igualmente sentido pelos moradores do local, que esperam ansiosos pelas visitas do cão.

Karen Martindale, gerente de atendimento domiciliar, disse que Dodger tem a capacidade de se adaptar às necessidades de diferentes pessoas ao seu redor.

“Se um morador estiver doente, ele deitará na cama para que a mão dele possa tocá-lo sem nenhum esforço.”

Trazendo muito carinho e amor para os dias dos idosos que o adoram, o cão ainda desperta doces memórias de quando os moradores tinham animais de estimação, criando momentos muito especiais entre eles. Que bacana, né?

A presença de cães de terapia em hospitais, asilos, abrigos, só mostram o poder que os animais possuem em melhorar o ambiente - e a vida - em qualquer lugar.

Características de um cão de terapia

A característica do cão de terapia é desde a capacidade de manter a calma em meio ao caos à inteligência para aprender uma série de comandos e obedecê-los todas as vezes. Esses caninos precisam de um conjunto incrível de características para realmente exercerem a função com excelência. Confira mais algumas características:

  • Eles são capazes de ignorar estímulos.
  • Eles são capazes de se dar bem com outras pessoas.
  • Eles são equilibrados.
  • Eles são ansiosos para agradar.
  • Eles são calmos.
  • Eles são adaptáveis.
  • São inteligentes.
  • Eles gostam de ser tocados.
  • Eles são gentis.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com