Após passado sofrido, cadela poodle da exemplo de superação e após adoção vive feliz e saltitante; confira

em Notícias

A história de Cora é emocionante e difícil, mas felizmente teve uma reviravolta incrível e inspiradora!

É incrível que, mesmo em situações de adversidade e dificuldade, os animais conseguem se superar com uma força ímpar. Por vezes pensamos que nós é que estamos oferecendo suporte a eles, mas a verdade, é que eles que estão ali para nos sustentar.

A cadela Cora, uma poodle, passou por muita dor e sofrimento ao longo da sua trajetória, mas a sua alegria de viver, pôde superar todo o caminho. Cora foi encontrada em um estado deplorável de saúde, com as patas, pelve e costas quebradas.

Abandonada e gravemente debilitada, ela foi resgatada por Zach Skow, responsável por dirigir o centro de resgate de animais Mutts Dog Rescue de Marley, em Tehachapi, Califórnia. Ao levá-la ao veterinário, Zach ouviu do profissional que o mais adequado seria aplicar eutánasia, já que o seu estado era grave.

No entanto, o homem ignorou a sugestão do veterinário e resolveu investir na reabilitação e na vida de Cora. Depois de muitos exames, descobriu-se que ela possui-a uma infecção óssea, sendo necessária a amputação das duas patinhas comprometidas.

“O veterinário sugeriu que fosse feita a eutanásia, mas eu já recebi muitos cães de duas pernas ao longo dos anos e sabia que ela poderia melhorar”, relembra Zach.

Passar por um processo delicado desses nunca é fácil, e não foi diferente com Cora.

“Ela estava deprimida, foi um choque para ela perder as pernas e foi muito doloroso ficar imóvel.”

Foram necessários alguns meses para que Cora se adaptasse à nova condição, mas com o auxílio de um carrinho de apoio e todo o suporte do dono, ela passou a se locomover de forma mais independente, o que ajudou a deixá-la mais feliz e confiante.

A partir disso, foi só alegria, ela aprendeu a andar sozinha ao se equilibrar com as patinhas traseiras e agora tem o hábito de sair saltitando por aí. Fofa! “Por perseverança e obstinação, ela aprendeu a andar sozinha. Nós demos espaço a ela e a deixamos em paz - não queríamos ser excessivamente solidários e levá-la a todos os lugares. Ela nunca conheceu uma pessoa ou um animal de estimação de quem não quer ser melhor amiga. Acho que a missão dela na vida é mostrar gratidão por onde passa”, declarou Zach.

Assista abaixo a alegria de Cora. Muito linda!

Não restam dúvidas quanto a isso, Zach! Cora é uma menina profundamente inspiradora e sortuda por ter um dono que acreditou nisso!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com