Cão de rua abraça mulher que estava chorando após descobrir que perdeu a mãe vítima de covid-19

em Notícias

Sensibilizado pela tristeza no olhar de uma mulher que havia acabado de descobrir que a mãe faleceu, um cachorrinho de rua se aproximou e a abraçou comovidamente, levando os profissionais de saúde de um hospital de Teresina (PI) às lágrimas.

Jaqueline Masceno ficou desesperada ao descobrir que a mãe havia falecido em decorrência da Covid-19. Ela foi levada para a parte externa de um hospital do Parque Piauí quando recebeu o consolo do cão, que a abraçou e lhe deu várias lambidas.

Ela ficou muito tocada com o gesto solidário do animal e lembrou na hora da mãe, Josefa Masceno, 74, que costumava cuidar de animais de rua da comunidade.

"No momento em que ela estava sendo entubada, me chamaram para vê-la, mas não consegui ver porque desmaiei.

Quando o médico me disse que ela não tinha resistido, entrei em desespero. Nós éramos muito apegadas. Me deu uma falta de ar e sentei em uma cadeira.

Uma pessoa me deu um copo com água e o cachorro apareceu e pulou nos meus braços, me acariciando… Senti que era minha mãe. Minha mãe me abraçou através dele e era um abraço tão forte que se fosse realmente só um cachorro tinha me mordido.

Toda dor que eu sentia, passou naquele abraço apertado. Minha mãe veio se despedir de mim através daquele animal. Eu senti no meu coração", relembrou Jaqueline.

O cachorrinho permaneceu o tempo todo ao lado da mulher enquanto ela permanecia no local às lágrimas. Dona Josefa era cadeirante e morreu apenas um dia após ser levada ao hospital. Veja um dos momentos:

Jaqueline exaltou o amor e o carinho que sua mãe tinha pelos animais, especialmente aqueles em necessidade. Em casa, ela cuidava de dois cães e um gato.

"Ela tirava da aposentadoria para ajudar os bichos de rua. Mesmo de cadeira de rodas, ela colocava comidinha e água. Ela dizia que se fosse boa da perna cuidaria de mais animais.

Mesmo assim, ela tinha dois cachorros e um gato que estão tristes demais sem ela. Minha vontade era trazer esse cãozinho que me abraçou para casa, mas já tenho dois e estou desempregada. Ele sentiu meu momento de tristeza", disse a mulher, que é voluntária no Lar do Nando, um abrigo em Teresina que resgata animais de rua.

Após a cena o cachorrinho em situação de rua, sumiu, mas o pessoal está a procura assim que o encontrarem, ele será encaminhado para o abrigo Lar do Nando, onde ficará recolhido até encontrar uma família adotiva.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.