Cão que lutou com leão da montanha sobrevive e é encontrado ferido nas margens de rio

Por
em Notícias

Não bastasse o risco de vida que ele enfrentou ao lutar com o animal selvagem, o cão ainda teve que encontrar uma maneira de sobreviver por dias até que fosse encontrado.

Graças ao seu instinto natural, os animais conseguem enfrentar muitas situações adversas, mas isso não significa que elas sejam menos desafiadoras. Esse cãozinho, chamado Simon, provou isso da maneira mais corajosa - e preocupante - ao enfrentar um leão da montanha, em Monte Shasta, Califórnia (EUA).

Apenas Simon, que estava sozinho no local, sabe o que passou ao ter que lidar com essa situação, e mesmo gravemente ferido, o cachorro que lutou para sobreviver, conseguiu vencer essa batalha.

Fragilizado, o cachorro foi encontrado deitado em uma rocha acima da margem do rio, pelo guia de pesca, Jack Trout, no início de agosto.

“Ele estava desesperado. Estava muito desidratado, muito desnutrido. Parecia que tinha estado na floresta por talvez 10 dias, duas semanas. Tinha todas essas cicatrizes no rosto e na cabeça, e eu tinha notado que elas haviam realmente curado, então ele já estava lá há algum tempo”, disse Jack Trout.

Após resgatá-lo, Jack o levou para casa, lhe deu comida, água e muito cuidado. O Controle de Animais do Condado de Shasta levou-o ao veterinário, onde ele passou por uma cirurgia na cauda, que estava totalmente mutilada.

Quem também se envolveu com o caso, foi o centro de resgate e apoio de animais, Haven Humane Society, que postou uma foto do cão nas redes sociais para encontrar o dono, o que felizmente, aconteceu. Depois de cirurgia, o cão guerreiro pôde voltar para o seu lar de origem.

“Ele absolutamente lutou contra um leão da montanha. Nunca ouvi falar de um cachorro espancando um leão da montanha, nunca. Então, este é realmente um milagre e uma homenagem a um cachorro que queria lutar, viver e estar de volta para seu dono”, declarou Jack, responsável por salvar a vida de Simon.

Apesar de todo perigo enfrentado, Simon teve um desfecho feliz nessa história. Ufa.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com