Cão dálmata sobe em cima de caixão e se recusa a se afastar do dono vítima de covid-19 - vídeo

Por
em Notícias

Profundamente emocionado, o cão não queria se despedir do seu dono.

Mesmo quando não são valorizados como merecem, os cães estão sempre dispostos a oferecer o melhor de si àqueles que amam. Sendo amados então, o amor se torna ainda mais intenso, como demonstrou o doce dálmata chamado Colo.

Colo, assim como milhões de famílias e animais, perdeu recentemente o seu dono, Fran Quevedo, para o covid-19, na cidade de Talara, no Peru. Assim como a família, Colo ficou profundamente triste com a ausência do seu dono, mas foi no velório que ele percebeu que ele não voltaria mais.Durante o velório, Colo se aproximou e, guiado pelo cheiro, sentimento ou instinto, ele identificou que o seu querido dono estava ali, e em um ato inesperado, subiu em cima do caixão. A atitude do dálmata surpreendeu os familiares que tiveram até mesmo dificuldades em retirá-lo do local. “Quando abriram o veículo, o cachorrinho não aguentou e entrou. Em seguida, o caixão foi erguido. Ele cheirou e não quis sair de lá. Ele o acompanhou até o fim. Eles tiveram que segurá-lo até que o caixão entrasse na sepultura”, comentou um familiar do falecido.

Assista o momento emocionante:

Uma cena de partir o coração, né? Por mais difícil que seja um momento como esse, apenas retrata a retribuição do amor e cuidado que Colo recebeu do seu dono, e que certamente, não será esquecido e nem apagado.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com