Mesmo tendo lar, cão passa todos os dias em restaurante buscar marmita com seu balde - vídeo

Todos os dias, Ritali Locatelli, proprietária de um restaurante na cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, costuma colocar comida em um baldinho para o cão Amarelo passar e pegar.

Ela eventualmente percebeu que o cachorrinho não comia quando o balde estava cheio.

Foto: Reprodução TikTok /  yzaoliveira33
Foto: Reprodução TikTok / yzaoliveira33

Em vez disso, ele deixava outros cães de rua comerem até à metade do recipiente para que o pote ficasse leve o suficiente para pegá-lo na boca e levar para sua casa.

Foto: Reprodução TikTok /  yzaoliveira33
Foto: Reprodução TikTok / yzaoliveira33

"Os baldinhos começaram a sumir... Um dia a gente abriu a porta [do restaurante] e viu ele levando embora", relembra Ritali.

Foto: Reprodução TikTok /  yzaoliveira33
Foto: Reprodução TikTok / yzaoliveira33

Amarelo percorre o trajeto de volta para seu lar sozinho, caminhando alegremente pela calçada com seu baldinho branco de comida.

Foto: Reprodução TikTok /  yzaoliveira33
Foto: Reprodução TikTok / yzaoliveira33

"Ele aprendeu por conta própria... Chega aqui com a comida, vai até a guarita e come", afirma o dono.

"Às vezes ele fica dois dias sem vir, até três quando chove ou faz frio. Aí a gente fica meio preocupado, né? Pedimos para um guarda [municipal] passar na casa dele pra ver se ele está bem. Depois de um tempo, ele volta para pegar mais comida", diz a proprietária do restaurante.

Foto: Reprodução TikTok /  yzaoliveira33
Foto: Reprodução TikTok / yzaoliveira33

Que legal, né?

A reportagem, que conta a história do inteligente cão Amarelo, foi compartilhada no TikTok pela internauta Yza Oliveira e já acumula mais de 27 mil curtidas. Confira abaixo:

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários