Conheça 30 raças distintas de gatos e as suas origens

Por
em Notícias

Geralmente, as raças de cachorros são mais conhecidas e populares entre as pessoas do que as raças de gatos. Por isso, vamos apresentar uma lista com 30 raças populares de gatos e as suas origens que, provavelmente, sejam desconhecidas por você. Confira:

1. O siberiano é uma raça primitiva de gatos domésticos com séculos de idade na Rússia e recentemente se desenvolveu como uma raça com padrões promulgados em todo o mundo desde o final de 1980. Os siberianos variam de médio a grande porte. É uma raça natural da Sibéria e do gato nacional da Rússia. Os siberianos chegaram aos Estados Unidos pela primeira vez em 1990. Embora ganhando popularidade, as despesas de importação de gatos da Rússia mantêm a raça relativamente rara fora da Europa.

2. O Ragdoll é uma raça de gatos com pelagem colorida e olhos azuis. São gatos grandes e musculosos de pêlo semilongo com pelagem macia e sedosa. Desenvolvidos pela criadora americana Ann Baker na década de 1960, eles são mais conhecidos pelo temperamento plácido e natureza afetuosa.

3. O gato norueguês da floresta é uma raça de gato doméstico originário do norte da Europa. Esta raça natural é adaptada a um clima muito frio, com uma pelagem superior de pêlos longos e brilhantes e um subpêlo lanoso para isolamento.

4. O gato de Bengala é uma raça de gatos domesticados criada a partir de híbridos de gatos domésticos, o gato leopardo asiático e o egípcio Mau, o que lhes confere seu brilho dourado - o nome da raça vem do nome taxonômico. Os bengalas têm uma aparência selvagem e podem apresentar manchas, rosetas, marcas de ponta de flecha ou marmoreio. É uma recente raça de gato americana, que originou-se do cruzamento seletivo entre gatos domésticos e o gato-leopardo asiático (Prionailurus bengalensis), que habita regiões próximas ao Golfo de Bengala.

5. O gato Bombay é um tipo de gato de pêlo curto desenvolvido pela criação de gatos birmaneses e pretos americanos de pêlo curto, para produzir um gato principalmente do tipo birmanês, mas com um gato preto elegante e parecido com uma pantera. Bombay é o nome dado ao gato preto do grupo asiático.

6. O Russian Blue é uma raça de gato que vem em cores que variam de um prata cintilante claro a um cinza mais escuro, tipo ardósia. Sua pelagem curta e densa tem sido a marca registrada da raça russa por mais de um século. A pelagem densa se destaca no corpo.

7. O Himalaia é uma raça ou sub-raça de gato de pêlo comprido semelhante em tipo ao persa, com exceção dos olhos azuis e da coloração, que derivam do cruzamento do persa com o siamês.

8. O British Longhair é uma raça de gato doméstico de tamanho médio e semi-longo, originário da Grã-Bretanha.

9. O Maine Coon é a maior raça de gatos domesticados. Tem uma aparência física distinta e valiosas habilidades de caça. É uma das raças naturais mais antigas da América do Norte, especificamente nativa do estado do Maine, onde é o gato oficial do estado.

10. O gato siamês é uma das primeiras raças de gato asiático reconhecidas. Derivado do Wichianmat, uma das várias variedades de gato nativo da China e trazido para a Tailândia, o siamês original se tornou uma das raças mais populares na Europa e na América do Norte no século 19.

11. O angorá turco é uma raça de gato doméstico. Os angoras turcos são uma das raças naturais antigas de gato, tendo se originado na região central da Turquia, na região de Ancara. A raça foi documentada já no século 17 e acredita-se à origem das mutações tanto para a cor branca quanto para o pelo comprido.

12. O Birmanês, também chamado de 'Gato Sagrado da Birmânia', é outra raça de gato doméstico. O Birmanês é um gato de pêlo longo e pontiagudo que se distingue por uma pelagem sedosa, olhos azuis profundos e 'luvas' ou meias brancas contrastantes em cada pata. Não existe nenhum registro claro da origem da raça. É provável que eles tenham se originado como companheiros dos sacerdotes do templo no norte da Birmânia, no Monte de Lugh.

13. O gato somali é frequentemente descrito como um gato africano de pêlo comprido; um produto de um gene recessivo em gatos abissínios. Acredita-se que tenham se originado da Somália.

14. Maus egípcios são uma raça de gato de pêlo curto de tamanho pequeno a médio. Eles são uma das poucas raças de gatos domesticados com pintas naturais. As manchas de Mau ocorrem apenas nas pontas dos pelos de sua pelagem. É considerado uma raça rara. Evidências históricas apontam que essa raça seja de origem egípcia. Seu genoma está intimamente relacionado a três raças de gatos: Maine Coon, Korat e Angoras Turcas.

15. O British Shorthair é a versão com pedigree do tradicional gato doméstico britânico, com um corpo distintamente atarracado, pelagem densa e rosto largo. A variante de cor mais familiar é o 'British Blue', uma pelagem azul-acinzentada sólida, olhos cobre, e uma cauda de tamanho médio.

16. O American Shorthair é uma raça de gato doméstico que se acredita ser descendente de gatos europeus trazidos para a América do Norte pelos primeiros colonizadores para proteger cargas valiosas de camundongos e ratos. De acordo com a Cat Fanciers 'Association, em 2012, foi o sétimo mais popular gato com pedigree nos Estados Unidos.

17. O Scottish Fold é uma raça de gato doméstico com uma mutação natural do gene dominante que afeta a cartilagem por todo o corpo, fazendo com que as orelhas 'dobrem', curvando-se para a frente e para baixo em direção à parte frontal da cabeça, o que dá ao gato o que costuma ser descrito como uma aparência de 'coruja'. Essa raça se originou em 1961 em Pertshire, Escócia. Em uma ninhada de gatinhos com orelhas ‘normais’, uma gatinha chamada Susie nasceu com as orelhas dobradas, ela foi cruzada com a raça British Shorthair para então estabelecer a orelha virada e dar continuidade a raça.

18. O Singapura é uma das menores raças de gatos, notável pelos seus olhos e orelhas grandes, pelagem castanha avermelhada e cauda romba. A origem da raça é controversa. Primeira hipótese: os criadores de gatos Tommy e Hal Meadow trouxeram de Cingapura, Malásia três gatos (Singapura) para a América em meados dos anos 1970. E a segunda hipótese seria que o Singapura seria um cruzamento entre as raças Birmanês e Abissínio e foi criado nos Estados Unidos pelo casal Meadows.

19. O Abissínio é uma raça de gato doméstico de pêlo curto com uma pelagem malhada distinta, em que os pêlos individuais são agrupados com cores diferentes. Em termos de nomenclatura, eles também são conhecidos simplesmente como Abys. A raça recebeu o nome de Abissínia, onde acredita-se que tenha se originado.

20. O balinês é uma raça de gato doméstico de pêlo comprido com coloração pontual de estilo siamês e olhos azul safira. No início da década de 1950, alguns criadores de siameses nos Estados Unidos perceberam que os gatinhos estavam vindo com os pêlos longos, mais que o normal, mesmo não havendo cruza com outras raças. Ao perceberem que cruzando eles entre si, continuavam a nascer filhotes com tais características e dessa forma deram início a raça balinês.

21. O Snowshoe é uma raça de gato originária dos Estados Unidos da América na década de 1960. Eles foram produzidos pela primeira vez na Filadélfia, quando um gato criador siamês deu à luz três gatinhos com pés brancos.

22. O gato Korat é uma raça de gato doméstico de pêlo curto cinza-azulado de ponta prateada, de constituição pequena a média e baixa porcentagem de gordura corporal. Seu corpo é semi-atarracado e incomumente pesado para o seu tamanho. É um gato ativo, inteligente e brincalhão, que cria laços fortes com as pessoas. Sua origem é de Phimai, Tailândia, com a representação mais antiga de um Korat no antigo livro de poemas de gatos, conhecido como Tamra Maew.

23. A raça Toyger de gato doméstico é o resultado da criação do gato malhado de pêlo curto para torná-los semelhantes a um 'tigre', já que seu pelo listrado lembra o do tigre. Judy Sugden é responsável pelo desenvolvimento inicial dessa raça em 1980 na Califórnia, afirmando que o desenvolvimento da raça é para inspirar as pessoas a se preocuparem com a conservação dos tigres na natureza.

24. O Nebelung é uma raça rara de gato doméstico com pedigree dos Estados Unidos. Nebelungs têm corpos longos, olhos verdes largos, pêlo longo e denso e disposições suaves. Essa raça foi desenvolvida por Cora Cobb. Inspirada por um gatinho chamado Siegfried, único gatinho de pelo comprido e azul de uma ninhada em que os pais eram pretos.

25. O gato birmanês é uma raça de gato doméstico, originário da Tailândia, que se acredita ter suas raízes perto da atual fronteira entre a Tailândia e a Birmânia e se desenvolveu nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha.

26. O Shorthair Europeu é uma raça de gatos originária da Suécia. O termo também tem sido usado como uma forma elaborada de se referir aos gatos domésticos comuns da Europa, causando certa confusão porque os gatos com pedigree também desta raça deve se parecer com os gatos domésticos típicos da Europa.

27. O Ragamuffin é uma raça de gato doméstico. É uma variante do gato Ragdoll e foi estabelecido como uma raça separada em 1994. Os Ragamuffins são notáveis ​​por sua personalidade amigável e pele grossa como a de um coelho. A responsável pela raça foi Ann Baker no início dos anos 60, na Califórnia, eles possuem uma mistura entre as raças Burmês, Birmanês e Persa.

28. O Chartreux é uma raça rara de um gato da França, e é reconhecido por vários registros ao redor do mundo. O Chartreux é grande e musculoso com membros relativamente curtos, de ossatura fina e reflexos muito rápidos.

29. O Ocicat é uma raça totalmente doméstica de gato que se assemelha a um gato selvagem, mas não possui DNA selvagem recente em seu pool genético. A raça é incomum por ser manchada como um gato selvagem, mas tem o temperamento de um animal doméstico. Tem esse nome por sua semelhança com a jaguatirica. Quem deu início a essa raça foi Virginia Daly de Berkley, em Michigan, Estados Unidos. A raça se origina do cruzamento entre as raças Abyssinian, Siamês e American Shorthair.

30. O Van Turco é uma raça de gato doméstico de pêlo semi-comprido, que foi desenvolvido no Reino Unido a partir de uma seleção de gatos obtidos em várias cidades da Turquia moderna, especialmente no sudeste da Turquia.

Quanta variedade, não é mesmo? Um gatinho mais encantador que o outro!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com