Zoológico lamenta morte de seu único panda-vermelho macho, que sofria de doença degenerativa

Por
em Notícias

O Zoológico de Memphis, em Midtown (EUA), está oficialmente de luto após a perda de um dos animais mais queridos do local.

Após muita luta, os veterinários do Zoo chegaram à conclusão que era melhor sacrificar o panda-vermelho Xing, que estava sofrendo muita dor devido a uma doença neurológica irreversível e degenerativa.

O mamífero de 4 kg faleceu na terça-feira passada (15).

"Estamos tristes em anunciar que Xing, nosso panda-vermelho da China, foi sacrificado devido a uma condição neurológica irreversível e rapidamente progressiva", escreveu o zoológico no Twitter ao lado de uma doce foto do animal.

Os cuidadores do Zoo descreveram Xing como um ‘animal tímido e que sempre era encontrado deitado em sua árvore ou em sua toca com ar-condicionado’.

"Ele queria ter certeza de que você merecia a confiança dele", disse a cuidadora Susan. "Eu nem consigo descrever como fiquei emocionada na primeira vez que Xing desceu das árvores para brincar comigo."

O panda-vermelho também era descrito como um ‘animal excepcionalmente bonito’. Ele amava comer uvas congeladas.

“A morte de Xing é uma perda significativa para todos nós aqui no Zoológico de Memphis, bem como para a população dos pandas-vermelhos, que estão ameaçados de extinção”, escreveu o Zoo.

Desde sua fundação, em 1906, o Zoológico de Memphis abriga mais de 4.500 animais, de acordo com o site do santuário.

Os pandas-vermelhos chegaram em 1994, quando a exposição Cat Country foi inaugurada. A última espécime que mora lá agora, Lucille, nasceu no zoológico do Bronx.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.