Todas as manhãs, pit bull joga sua tigela contra porta de quarto de dona para avisá-la que pote está vazio

Por
em Notícias
A mudança de comportamento foi diretamente influenciada pela insistência da dona em alimentá-la de maneira adequada. Parece que o resultado deu certo e alguém aqui adora a hora da refeição!

O comportamento da pit bull Mya mudou drasticamente desde que ela saiu do abrigo em que vivia em Rochester, Nova York (EUA), e passou a viver em um aconchegante lar. Quando foi adotada por Briana Maiola, Mya era tímida e não demonstrava apetite algum pelas refeições. Briana testou comidas de diferentes texturas e insistia por dias para que a cadela se alimentasse, até que ela finalmente se interessou por comida crua.

A evolução foi tanta, que desde então, Mya não tem apenas limpado o seu prato com a sua vasta fome, como também o carrega pela casa abanando o rabo pedindo para repetir.

“Ela odiava comida. Tivemos que forçá-la durante meses até que decidi tentar uma dieta crua. Ela adorou a comida crua e começou a dançar com sua tigela!”, declarou Briana ao The Dodo.

O objeto se tornou tão importante para Mya, que além de usá-lo para se alimentar, ela também utiliza as tigelas para se divertir e espalhá-las pela casa, como quem diz: ‘olhe quantas tigelas para serem abastecidas, mamãe!’. Tenho certeza que Briana tem entendido o recado, né?

Mas, se porventura Briana esquece ou se atrasa para servi-la, Mya faz questão de relembrá-la.

“Todas as manhãs, ela joga suas tigelas contra a porta do quarto se nos atrasarmos para acordar e fala como uma pequena Chewbacca até a alimentarmos”, conta a dona. “Algumas pessoas podem achar isso irritante, mas eu nunca achei."

Olha só que fofa:

O comportamento espontâneo certamente é reflexo da maneira com que Mya é bem tratada pela sua família que a cuida com tanto carinho e atenção. No entanto, é necessário que os donos fiquem atentos para que essa rotina não seja prejudicial ao comportamento do animal.

A hora da refeição

Segundo o site Psicologia Animal, a rotina na hora de comer é um dos momentos favoritos do cão, portanto, é importante que se estabeleça uma rotina de alimentação desde filhote. Uma das maneiras de se fazer isso, é definir um local calmo e tranquilo e manter sempre os mesmos horários de refeição. Assim, o cão associará com facilidade a “hora da refeição” e mesmo que isso parta dele, como no caso de Mya, é algo que pode ser facilmente administrado pelo dono. Interessante, né?

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com