Conheça cinco raças de pernas curtas e os cuidados que devem ser tomados com a sua saúde

Embora sejam muito fofinhos, a condição requer cuidados redobrados. Saiba como mantê-lo seguro e saudável.

Por
em Notícias

Os cães possuem muito em comum uns com os outros, algumas raças no entanto, possuem suas próprias características, como possuir pernas curtas.

Embora sejam muito fofinhas, a condição física requer cuidados e atenção já que existe uma maior probabilidade de o animal em questão ter problemas nas articulações, conforme site Sumedico.

Para não errar, conheça cinco raças de pernas curtas e os cuidados que devem ser tomados com o cãozinho:

1. Corgi

Nativos da Grã-Bretanha, os cães corgi eram usados para auxiliar os gados durante o pasto. Os cães da raça são considerados descendentes dos animais de estimação que os Vikings introduziram no País de Gales no século IX. A raça, no entanto, possui suas próprias características, que são inclusive, bastante marcantes e fazem com que os cães da raça sejam reconhecidos com facilidade.

2. Dachshund

Também conhecidos como salsicha, os cães da raça possuem o corpo robusto, alongado e, claro, as patinhas curtas. De origem alemã, a raça foi oficializada em 1888. Segundo um artigo feito pelo National Geographic, o formato do corpo desses cães é influenciado pelo nanismo e as pernas são arqueadas porque eles param de crescer ainda jovens.

3. Basset hound

São conhecidos por pertencer a um grupo de cães de caça e surgiram em Saint Hunbert, na França. Ao contrário das pernas, possuem orelhas longas, que são sua marca registrada. O tamanho das pernas engana e eles podem ser mais altos e longínquos do que parecem.

4. Scotish terrier

As patinhas curtas se escondem em meio ao pelo longo que a raça possui. Mas a condição também têm benefícios como a vantagem da raça possuir habilidades em escavar e caçar, facilitando dessa maneira pegar uma presa.

5. Bulldog inglês

A imagem de mal-humorado é rapidamente desconstruída depois de alguns minutos ao lado desses cães que são extremamente dóceis. Os donos da raça, no entanto, devem ficar atentos a alimentação e a prática de exercícios físicos com os cães, já que o sobrepeso pode ser prejudicial à vida do animal ao apresentar complicações respiratórias e cardíacas.

Cuidados

Problemas nas articulações podem ser ainda mais prejudiciais nos quadris e joelhos, comprometendo a mobilidade do animalzinho. Algumas maneiras de prevenir é manter uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos, como caminhadas, para garantir que o seu cão esteja em movimento e evite dessa maneira, um desgaste físico que prejudique a sua saúde e sua vida.

Curiosidade sobre as patas dos cães

1. As almofadas digitais das patinhas funcionam como amortecedores e ajudam a proteger os ossos e as articulações do pé. As almofadas carpais funcionam como freios e ajudam o cão a navegar em superfícies escorregadias ou íngremes.

2. As almofadas das patas têm uma camada espessa de tecido adiposo que isola os tecidos internos do pé de temperaturas extremas, pois não conduz o frio tão rapidamente.

3. Os cães são animais digitígrados - andam sobre os dedos - suportam a maior parte do peso quando andam. Por isso, os ossos dos pés dos cães são muito importantes.

4. Raças de climas frios, como São Bernardo e Newfoundlands, têm patas maravilhosamente grandes com áreas de superfície maiores. Suas patas grandes e moles não são por acaso; eles os ajudam a pisar melhor na neve e no gelo.

5. Você adora massagear suas mãos? O seu cachorro também! De acordo com a ASPCA, uma massagem nas patas irá relaxar o seu cão e promover uma melhor circulação. Eles recomendam esfregar entre as almofadas na parte inferior da pata e, em seguida, esfregar entre cada dedo do pé.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com